Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

Independente, Vivendo do Ócio usa crowdfunding para novo disco

Em seu terceiro álbum, a banda baiana Vivendo do Ócio parte para uma proposta mais ousada, deixa de lado as garantias de uma gravadora e aposta na parceria com os fãs para produção do novo trabalho. O grupo, que anunciou agora ser uma banda 100% independente, está finalizando as gravações de “Selva Mundo”, primeiro disco sem uma estrutura empresarial por trás e que deve ser viabilizado através de crowdfunding, um modelo de financiamento coletivo. Gravado no estúdio El Rocha e com produção de Curumin e Fernando Sanchez, o disco terá entre dez e doze faixas, parte delas compostas em parceiras com nomes como Pepeu Gomes, Lirinha, Martin Mendonça (Pitty), Thiago Guerra (Fresno), entre outros.

O maior colaborador do disco, porém, é mesmo o público, que é quem vai viabilizar gravação, produção, masterização e prensagem do novo trabalho, entre outros itens, num total de pouco mais de R$ 47 mil (descontando os 12% de taxa destinados ao site que intermedeia o financiamento). A colaboração não é uma doação, é uma espécie de venda antecipada, quem paga recebe em troca produtos ou serviços, de acordo com a escolha que fez. Caso o projeto não cumpra o valor mínimo, no caso da Vivendo do Ócio de R$53.155,20, o dinheiro é devolvido (entenda como o financiamento coletivo tem viabilizado discos de vários artistas da música brasileira).

Como contrapartida no projeto do novo álbum da banda, quem contribuir tem direito a vários itens, de acordo com as nove possibilidades oferecidas, que vão de R$10 a R$1.2000. O mínimo de R$10, por exemplo, dá direito apenas ao download antecipado do disco. Por R$30, os fãs terão direito a uma audição ao vivo de “Selva Mundo” exclusiva, que vai acontecer no dia 06 de junho, no Dubliners Irish Pub, em Salvador. Há ainda valores que dão direito a ter acesso a diversos outros itens, como aos bastidores da gravação, incluindo arquivos de áudio, vídeo e imagem em tempo real; ou ao CD “Selva Mundo” autografado com pôster, camisa, chaveiro-abridor e adesivo temático do novo álbum, além de ter seu nome nos agradecimentos do CD; ou ainda um Kit Discografia, com todos os quatro CDs da banda autografados, incluindo o novo. O valor mais alto, R$1.2000, dá direito a um show acústico da Vivendo do Ócio para até 30 pessoas na casa ou salão de festas de quem pagar (veja aqui a campanha do grupo e como contribuir).

vdo2

Para Jajá Cardoso, vocalista e guitarrista do grupo, o financiamento coletivo é um ótimo caminho para os artistas e um formato que tem tudo a ver com artistas do cenário independente. “É muito viável, até grandes bandas internacionais já usam o formato para pré-venda e nada melhor do que os fãs contribuírem com algo que eles querem. Se encaixa muito bem para bandas independentes e ainda aproxima mais o público, que se sente parte disso”, diz.

O último álbum do grupo, “O Pensamento é um Imã”, lançado há três anos, foi o último com a DeckDisk, gravadora a qual a banda estava vinculada desde que venceu o concurso de TV “Gas Sound”, em 2008. Para o novo disco, além da novidade da independência total, a Vivendo do Ócio anuncia também novas sonoridades, inclusive com mais influência da música brasileira. “Esse disco traz sonoridades que foram agregadas, tem mais coletividade nele, temos participações de vários amigos nas composições como: Pepeu Gomes, Martin Mendonça (Pitty), Thiago Guerra (Fresno) e muitos outros… Nossas raízes brasileiras estão mais a tona, estamos transitando em caminhos novos”, diz Jajá.

Ele diz ainda que a banda está soando diferente, mas sem deixar a essência de lado. “Com as turnês e tantos lugares que já passamos, trazemos um pedaço de cada lugar nas músicas, esse álbum vai transportar o ouvinte para vários ambientes. Sinto que todos nós crescemos como músicos e pessoa, tudo isso reflete no nosso som e não vemos a hora de saber como o público vai reagir”.

“Selva Mundo” deverá estar pronto em, aproximadamente, um mês após a etapa de gravação, que teve início no último dia 7 de maio.

Veja a Vivendo do Ócio tocando ‘Porrada’, uma das músicas novas, no CCSP

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 Comment

  1. Pingback: Financiamento coletivo é caminho para música independente » Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in