Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

Festival Radioca divulga atrações de sua terceira edição

Apostando em apresentações inéditas e artistas que nunca tocaram em Salvador, o Festival Radioca divulgou a programação final dos shows que acontecem em sua edição 2017, nos dias 7 e 8 de outubro, mais uma vez no Trapiche Barnabé. Nesta terceira edição, o evento cresceu um pouco e ganhou mais uma atração por dia, totalizando dez shows. Serão sete convidados de fora do estado, além de três artistas baianos. O festival terá ainda atividades de formação e debates, além de feira de artes e gastronomia. Os ingressos já estão a venda no sympla.

A programação traz pela primeira vez na cidade nomes como Rincon Sapiência, Far From Alaska, Mopho e Quartabê, todos eles com discos recém-lançados. Já o paulista Curumin apresenta seu novo álbum ‘Boca’, ainda inédito na capital baiana. O paraense Pio Lobato, que já esteve diversas vezes em Salvador com outros projetos, também vem apresentar seu disco solo, recebendo como convidado o jovem conterrâneo Lucas Estrela. Completa a lista de artistas não baianos, o grupo Metá Metá, trazendo seu costumeiro e arrebatador show. Entre os nomes locais, a boa surpresa foi a presença do veterano Raymundo Sodré. Além dele, duas cantoras da nova geração que vêm chamando atenção com seus shows, Jadsa Castro e Livia Nery.

Veja também:
Festivais movimentam capital e interior da Bahia.
 Os festivais e feiras de música pelo Brasil até o fim do ano.

O paulista Rincon Sapiência tem um dos shows mais aguardados do festival. Ele lançou seu primeiro disco este ano, o elogiado ‘Galanga Livre’, no qual faz um rap contemporâneo, com discurso incisivo e sonoridade que passeia por influências de afrobeat, rock, blues, Tropicália, entre outros. Direto do Rio Grande do Norte, a Far From Alaska vai apresentar o shows de seu segundo disco, ‘Unlikely’, que acaba de ser lançado. Com shows excelentes, que o levaram para o festival Download na França, com rasgados elogios da crítica, a banda faz um rock com peso sem nenhum medo, com destaque para a vocalista Emmily Barreto.

Outro nome do rock nordestino é o da banda alagoana Mopho. Veterana da cena psicodélica brasileira, com mais de 20 anos de estrada, a banda finalmente se apresenta em Salvador, trazendo seu quarto e novo disco, ‘Brejo’. Direto de São Paulo, a banda Quartabê traz os sons instrumentais que trafegam por free jazz, afrobeat, eletrônico e choro. Formado em 2014 como banda de Arrigo Barnabé para releitura do clássico “Claras e Crocodilos”, o quarteto traz a obra do mestre Moacir Santos como referência.

Outro nome bastante aguardado é o do paulista Curumin, que traz para Salvador o show de seu novo e também quarto disco, ‘Boca’. Mais inventivo, experimental e eletrônico, o artista tem se consolidado como um dos principais nomes da atual produção musical brasileira. Um dos principais responsáveis por abrir as portas para a nova geração da música paraense, Pio Lobato tem uma lonja trajetória com a banda Cravo Carbono, em projetos solos ou como músico e produtor musical de nomes como Dona Onete, Mestres da Guitarrada, entre outros. No seus novos trabalhos, sempre acompanhado de sua guitarra, mescla os ritmos de sua terra com o rock progressivo e dos power trios dos anos 60 e 70. Neste show, recebe um discípulo, o também guitarrista Lucas Estrela, revelação do Pará, que também tem como foco os ritmos paraenses.

Completando o elenco de convidados de fora da Bahia está o trio Metá Metá. O grupo já tem uma trajetória reconhecida na Bahia por seu som forte e visceral e shows arrebatadores. Unindo música brasileira, africana, jazz e rock, o grupo tem três discos e três EPs lançados, inclusive um recente, com duas músicas feitas para o espetáculo de dança do Grupo Corpo, ‘Gira’.

Raymundo Sodré  é um artista consagrado, conhecido por músicas como “A Massa”, e que faz um passeio por sonoridades do Recôncavo e do Sertão baiano, passeando por chula, samba de roda, samba junino, entre outros ritmos, Aos 70 anos de idade, e 40 de carreira, Sodré lançou o excelente “Os Girassóis de Van Gogh” em 2016, disco que o colocou entre os indicados no Prêmio da Música Brasileira. No festival, Lívia Nery vai apresentar sua música autoral em um show novo, com banda, trazendo referências e influências que passam por trip hop, ritmos jamaicanos e música brasileira. Outra revelação do cenário baiano é a Jadsa Castro, que com sua banda A Monstra, mostra uma música forte, que passeia por MPB, rock e sonoridades baianas.

Programação:

– Dia 7
Rincon Sapiência (SP)
Far From Alaska (RN)
Raymundo Sodré (BA)
Pio Lobato convida Lucas Estrela (PA)
Lívia Nery (BA)

– Dia 8
Metá Metá (SP)
Curumin (SP)
Mopho (AL)
Quartabê (SP)
Jadsa Castro (BA)

Ouça os últimos lançamentos das atrações do III Festival Radioca:

Curumin – Boca (Álbum Completo) – 2017

Rincon Sapiência – Galanga Livre (Álbum Completo) – 2017

Far From Alaska – Unlikely – 2017

Mopho – Brejo (Álbum Completo) – 2017

Metá Metá – EP 3 (EP) – 2017

Raymundo Sodré – Os Girassois de Van Gogh (Álbum Completo) – 2016

Jadsa Castro – Godê (EP) – 2015

Quartabê – Depê (EP) – 2017

Livia Nery – Vulcanidades (single) 2017

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 Comment

  1. Pingback: Entrevista: o disco, o show e a carreira internacional do Far From Alaska » Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in