Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

Festivais movimentam capital e interior da Bahia até final do ano

O segundo semestre costuma ser apetitoso para quem gosta de música e ainda mais de festivais na Bahia. Em 2017, mais uma vez, teremos a segunda parte do ano recheado deles. Só em Salvador vão acontecer seis festivais, sendo boa parte deles focado na música contemporânea e distante do mainstream, como o Radioca, Sangue Novo e Lado BA. A capital baiana terá também a primeira edição de um grande festival focado em medalhões da MPB. Já o interior do estado recebe cinco festivaiss, mesclando projetos mais independentes, focados no jazz e outros de maior dimensão. A maioria deles ainda não divulgou nenhuma das atrações, mas já dá para se programar, pois datas e locais já estão confirmadas. Veja abaixo:

Festival de Música de Igatu
Igatu – Andaraí
27 a 29 de agosto

Realizado num dos mais bucólicos e bonitos povoados da Chapada, o Festival de Igatu alia música e natureza, mesclando artistas da região com destaques da produção baiana e brasileira.
Quem já tocou: Zeca Baleiro, Flávio Venturini, Guilherme Arantes, Xangai, Marina Lima, Scambo, entre outros.

Festival Lado BA
Palcos no Rio Vermelho – Salvador
21 a 23 de setembro

Realizado desde 2010, mas com uma longa parada depois de 2012, o festival voltou em 2016 com uma proposta mais ampla, além de shows de artistas baianos, brasileiros e internacionais, ganhou foco as conferências e rodadas de negócios com empreendedores. Na quinta edição deste ano, o festival sai do Pelourinho e tom ao Rio Vermelho, com ações nas casas de shows do bairro, no Sesi e provavelmente em um palco na rua.
Quem já tocou: Curumin, Cérebro Eletrônico, Sonido Satanas, Do Amor, Felipe Cordeiro, entre outros.

Festival de Jazz do Capão
Capão – Palmeiras
Setembro

Depois de um ano sem acontecer em 2016, o Festival de Jazz do Capão volta este ano mantendo a mesma proposta de promover shows de Jazz e música instrumental e atividades educativas, permeados por consciência ecológica. Sua sexta edição acontece em setembro e as atrações e data será divulgada em breve por aqui.
Quem já tocou: Dori Caymmi, João Bosco, Hermeto Pascoal, Joyce Moreno, Toninho Horta, entre outros.

Festival Radioca
Salvador
Trapiche Barnabé – 7 e 8 de outubro

O festival chega a sua terceira edição mantendo a mesma proposta que o notabilizou: levar da rádio para o palco artistas de estilos diversos da música brasileira contemporânea.
Quem já tocou: Siba, Cidadão Instigado, Dona Onete, Jards Macalé, Karina Buhr, Mulheres q Dizem Sim, entre outros.

Festival de Inverno de Lençóis
Lençóis
12 a 15 de outubro

Um dos festivais mais tradicionais da Bahia, costuma reunir grandes nomes da música brasileira. Já são quase das décadas levando música popular para uma das principais cidades da Chapada Diamantina.
Quem já tocou: 
Gilberto Gil, Gal Costa, Lenine, Ana Carolina, Pato Fu, João Bosco, Luís Melodia, entre outros.

Zona Mundi
Trapiche Barnabé – Salvador
28 e 29 de outubro

Surgido em 2009, o projeto tem o intuito de promover intercâmbios artísticos e consolidar Salvador como parte da rota de circulação das novas tendências musicais. Sem acontecer desde 2014, o evento volta para sua sexta edição e em um novo local, o Trapiche Barnabé, no Comércio.
Quem já tocou: Metá Metá, Bnegão, Lucas Santtana, Barbara Eugênia, Academia da Berlinda, entre outros.

Festival Big Bands
Salvador
2 e 3 de novembro e 1 e 2 de dezembro

Um dos festivais mais longevos da Bahia, chega esse ano a sua nona edição. A ideia é sempre reunir artistas de rock da Bahia e de outros estados. Quase sempre sem patrocínio e sem participar de editais, o festivais costuma se adaptar a realidade do momento. Este ano acontecerá em duas partes, dois dias em novembro, no Dubliners Irish Pub, e dois dias em dezembro, em local ainda não definido.
Quem está confirmado: Grupo Porco de Grindcore Interpretativo (MG) e Tyranno (RJ)
Quem já tocou: Graforréia Xilarmônica, Black Drawing Chalks, Cabruêra, Hellbenders, Frank Jorge, Zeferina Bomba, entre outros.

Festival Sangue Novo
Salvador
18 e 19 de novembro

Outro festival saído de um programa de rádio e focado na música brasileira atual. Em sua terceira edição, o festival traz uma boa novidade, dá um passo à frente e passa a ser realizado em dois dias.
Quem já tocou: Céu, Marcelo Jeneci, Tulipa Ruiz, Filipe Catto, entre outros.

Festival Feira Noise
Centro de Cultura Amélio Amorim – Feira de Santana
24 a 26 de novembro

Depois de não conseguir realizar a edição em 2016, o principal festival de Feira de Santana volta este ano para sua sétima edição. Sempre focado na diversidade da música brasileira contemporânea, com nomes de rock, rap, pop, reggae, o festival já tem data e local, e em breve deve começar a divulgar suas atrações.
Quem já tocou: Maglore, Far From Alaska, The Baggios, Móveis Coloniais de Acaju, Cabruêra, Canto dos Malditos, entre outros.

Festival Suiça Baiana
Vitória da Conquista
novembro

O festival conquistense chega a sua quinta edição depois de um período conturbado. O evento é um dos mais importantes do interior do estado, costumando mesclar nomes de peso da música brasileira atual com artistas novos locais, de outras cidades baianas e do Brasil.
Quem já tocou: Marcelo Jeneci, Humberto Gessinger, Emicida, Ratos de Porão, Apanhador Só, Maglore, Autoramas, Móveis Coloniais de Acaju, entre outros.

Festival de MPB
Salvador
1 a 3 de dezembro

Grande festival que estreia este ano em Salvador. Organizado pela produtora Flora Gil, o festival deve reunir medalhões da música brasileira. Entre os convidados estariam nomes como Gal Gosta, Gilberto Gil, Djavan, Marisa Monte, Nando Reis, Ana Carolina, Preta Gil, Arnaldo Antunes e Zeca Pagodinho. Outros nomes ainda devem ser anunciados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in