Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

Festivais fecham o ano em várias cidades pelo Brasil

Vem crise, passa crise, entra moda, sai moda, e os festivais resistem. Se os grandiosos, como SWU e Planeta Terra, dependem de patrocinadores gigantes, grandes marcas e mobilizar multidões para se tornar atraentes e sobreviver, os festivais independentes persistem. Nem todos sempre com a mesma força, mas boa parte deles continua mostrando a diversidade da música brasileira, fora da mídia, sem apelar para o mais fácil, e quase sempre com prestígio e importância crescentes.

O ano está terminando com mais de cem festivais realizados no país, de formatos, modos, tamanhos e perfis os mais diferentes. Hoje, boa parte deles estão reunidos na Rede Brasil de Festivais, que anunciou, só para o período entre setembro e dezembro, 80 festivais em mais de 50 cidades brasileiras. A Bahia recebeu quatro deles só nas últimas semanas, em Salvador, Juazeiro, Feira de Santana e Vitória da Conquista. Agora, nas últimas semanas do ano, mais alguns anunciam suas programações, nem todos ligados à Rede, mas todos contribuindo prioritariamente para circulação e promoção da música brasileira.

Considerado por muitos o maior festival de rock independente do Brasil, o Goiânia Noise em 2014 chega a sua 20ª edição. Data marcante e uma programação de aniversário reunindo alguns dos principais nomes que já passaram pelo evento, como Matanza (RJ), Cachorro Grande, Mundo Livre S/A (PE) e Relespública (PR). O festival aposta também em nomes gringos de peso como Biohazard (EUA), Radio Moscow (EUA), Terrorizer (EUA), além, é claro, na própria cena da cidade, com diversas bandas locais. O Noise acontece entre os dias 5 e 7 de dezembro e tem a seguinte programação:

Matanza

SEXTA-FEIRA, 05/12
Ghon (GO)
Coletivo Suigeneris (GO)
Girlie Hell (GO)
Mechanics (GO)
Matanza (RJ)
Biohazard (USA)

SÁBADO, 06/12
Off a Cliff (GO)
Pedrada (GO)
Gonorant$ (DF)
Coerência (GO)
Revolted (GO)
The Dead Pixels (MG)
Gasper (GO)
Damn Stoned Birds (GO)
Overfuzz (GO)
Diego Mascate (GO)
Them Old Crap (PR)
The Neves (DF)
Spiritual Carnage (GO)
Barizon (RJ)
Space Truck (GO)
Hellbenders (GO)
The Galo Power (GO)
Carne Doce (GO)
Radio Moscow (EUA)
Mundo Livre SA (PE)

DOMINGO, 07/12
Red Light House (GO)
Almost Down (GO)
Two Wolves (GO)
Dogman (GO)
Bang Bang Babies (GO)
Luxuria de Lilith (GO)
DDO (GO)
Dry (GO)
Boca Seca (GO)
Daniel Groove (CE)
Tonto (GO)
O Satânico Dr. Mao e os Espiões Secretos (SP)
Relespública (PR)
Ressonância Mórfica (GO)
Cachorro Grande (RS)
Terrorizer (USA)
Korzus(SP)

Com um perfil totalmente diferente, acontece no Rio de Janeiro o Festival Novas Frequências, um festival internacional de música experimental conectado às novas tendências contemporâneas que chega à sua quarta edição. O festival começou no dia 1º de dezembro e segue até o dia 14, com a proposta de apresentar artistas que rompem com fronteiras pré-estabelecidas e buscam novas linguagens sonoras. A programação inclui shows, performances, um panorama da música experimental brasileira, oficinas, festas, sound walks e discussões sobre música contemporânea, processo criativo e mercado. Muita coisa, um total de 33 atrações de 11 países espalhados por seis espaços da capital carioca. Os nomes são bastante desconhecidos, mas há nomes como os dois baianos, Mauro Telefunksoul e Som Peba. Veja parte da programação:

Philip Jeck

SEXTA, 05/12
John Butcher & Mark Sanders apresentam: Tarab Cuts (Inglaterra)
Som Peba
Mauro Telefunksoul

SÁBADO, 06/12
Ben Frost (Austrália)

DOMINGO, 07/12
Frisk Frugt (Dinamarca)
Auto
Hojer Yama
Osvardo

SEGUNDA, 08/12
Mark Fell (Inglaterra)
Keith Fullerton Whitman (Estados Unidos)

TERÇA, 09/12
Mark Fell & Keith Fullerton Whitman (Inglaterra/ Estados Unidos)
The Astroboy (Portugal)

QUARTA, 10/12
Joana Gama & Luís Fernandes apresentam: QUEST (Portugal)
Oco – Caron/ Campello

QUINTA, 11/12
Laraaji (Estados Unidos)

SEXTA, 12/12
Bill Orcutt (Estados Unidos)

SÁBADO, 13/12
Vladislav Delay (Finlândia)

DOMINGO, 14/12
Philip Jeck (Inglaterra)
Quintavant Ensemble

Em São Paulo, integrando a programação da 2ª edição da Semana Internacional de Música, acontece o Festival Ubuntu, um evento dedicado à música negra. Entre as principais atrações, estão a norte-americana Akua Naru, os rappers Emicida e Rael, Céu cantando Bob Marley e a banda goiana Boogarins.

emicida

DOMINGO, 07/12
07/12
Akua Naru (EUA)
Céu
Emicida
Boogarins
Rael
Fefé (França)
DJ Nyack
DJ Tamenpi

Em Natal, depois de mais uma edição do Festival DoSol, em novembro, a cidade recebe a segunda edição do Festival Natal Instrumental, que, como o nome já diz, é focado em artistas e bandas instrumentais. Boa parte da banda são do próprio estado do Rio Grande do Norte, mas há convidados do Piauí, Santa Catarina, Pará, Paraíba, São Paulo e Bahia, com muitos nomes desconhecidos, mas alguns mais conhecidos no cenário independente, como Vendo 147, Camarones Orquestra Guitarrística e Burro Morto. Veja a programação:

camarones

QUINTA, 11/12
El Rock, 21h
Mamute (RN)
Koogu (RN)
Ruído de Máquina (RN)

SEXTA, 12/12
Jubileu Filho (RN) convida Zé Filho (PB)
Duo Taufic (RN)
Jubarte Ataca (RN)
Aloha Haole (PI)
Skrotes (SC)
Strobo (PA)
Mahmed (RN)

SÁBADO, 13/12
Zurdo (RN) convida Fernando Cappi (Hurtmold)
Adriano Azambuja (RN)
Strobo (PA)
Vendo 147 (BA)
Camarones Orquestra Guitarrística (RN)
Burro Morto (PB)
Saturnino e Disco Avuadô (RN)
Sérgio Groove (RN)

Aracaju, que já teve muito bons festivais como os saudosos Punka! e o Rock-SE, recebe em um só dia o festival Zons, que reúne alguns dos principais nomes de sua ótima cena atual. Marcado para o dia 13, o evento é focado em música, mas terá outras atividades. Entre as atrações, nomes como Coutto Orchestra e Plástico Lunar.

couttoorquestra

SÁBADO, 13/12
Alex Sant’Anna
Coutto Orchestra
Patricia Polayne
Plástico Lunar
Skabong
Reação
The Renegades of Punk

Outra cidade do Nordeste ainda mais tradicional em festivais, é Recife. Sede do Abril Pro Rock, Rec Beat, Coquetel Molotov, entre outros, a cidade recebe este mês o Festival MPB, com artistas de peso da música popular brasileira. Nomes novos e veteranos se dividem em dois palcos, numa dos eventos que podem entrar na agenda da capital pernambucana. A aposta vai de nomes não tão conhecidos, como Tibério Azul, passa por artistas de pernambucanos de peso, como Nação Zumbi, Lenine e Mombojó, até grandes estrelas nacionais, como Caetano Veloso, Arnaldo Antunes e um show reunindo Gilberto Gil & Marisa Monte.

Nacao_Zumbi_2014-594x395

SÁBADO, 13/12
Maria Gadú
Arnaldo Antunes
Gilberto Gil & Marisa Monte
Nação Zumbi
Tibério Azul
Banda do Mar
Mombojó e Vitor Araújo

DOMINGO, 14/12
Lenine
Ana Carolina
Caetano Veloso
Seu Jorge
Nena Queiroga e Ylana Queiroga
Preta Gil
Mamelungos e Vanessa Oliveira

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in