Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

Especialistas elegem os melhores discos baianos de 2017

Para muitos 2017 foi um ano marcante para a música feita na Bahia. Dois fatores foram fundamentais para que essa sensação ganhasse força fora do estado. Uma delas foi ver vários artistas baianos circulando por todo país e chamando atenção em shows e dentro da programação de festivais. No entanto, foi a quantidade e qualidade dos discos produzidos por artistas baianos que mais chamou atenção. Em 2017, parece que a bolha rompeu de vez e a rica, fértil e diversas produção musical do estado ultrapassou de vez os limites de suas fronteiras. Muitos nomes chamaram atenção pelos shows, mas foram esses discos que colocaram novamente essa nova música produzida na Bahia em outro patamar.

E foi um ano realmente muito produtivo, com 155 discos, entre CDs, EPs e discos virtuais lançados. Infelizmente a maior parte dele continua distante do grande público, especialmente pelo frágil papel realizado pelas emissoras de TV e rádio, que poderiam estar difundindo melhor essa produção. Assim mesmo, temos honrosos trabalhos em mídias alternativas, em jornais impressos, na rede Educativa do Estado (TVE e Educadora) e em alguns outros canais. Para filtrar e tentar entender melhor todos esses discos reunimos alguns dos envolvidos com esses veículos: jornalistas, radialistas, profissionais da mídia e críticos de Salvador e do interior e de veículos diversos. Convidamos 24 deles (veja lista com o voto de cada um após o resultado) para escolher os melhores discos baianos de 2017.

Para surpresa, tivemos uma estreia como disco vencedor e com uma boa vantagem do segundo colocado. Alguns empates em outras posições e apenas um ou dois votos de diferença do segundo colocado em diante. De mais de 150 discos lançados que conseguimos catalogar, 70 deles foram citados, sendo 41 mais de uma vez. Trabalhos dos mais diversos formatos, estilos e gêneros musicais, o que mostra a rica e diversa produção musical da atualidade. Interessante perceber também que quase não há medalhões ou veteranos entre os mais votados, mais interessante ainda é que boa parte são disco de estreantes, demonstrando a vitalidade do cenário local. Fizemos também a provocação para escolha do melhor disco do ano para o público, que você pode conferir aqui.

Veja também:
Álbum de Baco Exu do Blues é eleito pelo público melhor disco baiano de 2017.

– Os melhores discos baianos de 2016 segundo a crítica.
– Os melhores discos baianos e brasileiros de 2015 – crítica.

1. Luedji Luna – Um corpo no mundo – 15 votos

cd luedji luna

A jovem cantora e compositora Luedji Luna teve um ano especial com a carreira deslanchando rapidamente em poucos meses. Começou a aparecer ainda em 2017, quando lançou a música e o clipe que batizam o disco. Logo depois saiu o álbum de estreia e em pouco tempo já ganhava destaque na mídia nacional. Ela já havia emplacado “Um Corpo no Mundo” entre os melhores do ano na votação popular do el Cabong, mas parece ter conquistado mais ainda os especialistas ocupando a primeira posição. Sua sonoridade serena, carregada de referências afro-baianas, arrebatou quem a ouviu.

2. Maglore – Todas as Bandeiras / OQuadro – Nêgo Roque – 11 votos

maglore - todas as bandeirasO quarto disco da Maglore foi muito bem recebido pela crítica nacional e figurou em várias listas de melhores do ano. Mais uma vez a banda acerta no seu misto de pop nada descartável, MPB sem cabecismos e rock radiofônico, em um álbum maduro, com ótimas composições embaladas por uma banda redonda e letras caprichadas, que tratam de questões pessoais e políticas.

OQuadro-Nego-Roque
Depois de uma estreia arrebatadora, o grupo ilheense OQuadro lançou um segundo disco apostando em uma sonoridade com ainda mais referências e uma produção de primeira. É rap, com discursos na ponta da língua e muito groove, mas é também rock, eletrônica, cumbia e música jamaicana.

3. Baco Exú do Blues – Esú / Giovani Cidreira – Japanese Food – 10 votos

baco exu do bluesPoucos discos de estreia conseguiram causar tanto frisson quanto esse no ano. Vencedor na nossa votação popular, também figurou na maioria das listas de quase todas as publicações do país. O jovem rapper une rap, trap, ritmos afro-baianos para criar um clima denso, pesado, com letras fortes que tratam de sincretismo, preconceitos e individualidade.

Giovani-Cidreira_Japanese-FoodOutra estreia arrebatadora foi “Japanese Food”, de Giovani Cidreira. Aqui, no entanto, o campo é outro, o rock, o indie e a música brasileira setentista se cruzam. Com harmonias tortas, uma forma confessional no canto e letras pessoais carregadas de lirismo, o álbum é o primeiro solo de uma carreira de dez anos que atinge grande fase.

4. Pirombeira – Pirombeira – 8 votos

pirombeira-capacdMais um disco de estreia que nas primeiras posições. Nele, o grupo Pirombeira mostra um trabalho autoral no qual mescla canções e músicas instrumentais sem se apegar a gêneros musicais. A banda propõe um diálogo sem fronteiras entre ritmos tradicionais baianos, como ijexá e chula, com o jazz, o rock e a música experimental.

5. BaianaSystem – Outras Cidades / Lívia Mattos – Vinha da Ida / Rosa Idiota – Circle – 7 votos

discosbaianos1

6. Game Over Riverside – Empty / Irmão Carlos – Irmão Carlos / Sertanília – Gratia / Xenia França – Xenia – 6 votos

discosbaianos2

7. Achiles – Divino e Ateu / Aiace – Dentro Ali / Lucas Santtana – Modo Avião / Pastel de Miolos – Reação! – 5 votos

discosbaianos3

8. Canto dos Malditos na Terra do Nunca – Travessia / Matita Perê – Reino dos Encourados – 4 votos

discosbaianos4

———————————–

Como votou cada um dos eleitores:

– Ana Paula Marques (Revista Gambiarra – Vitória da Conquista)

1. Achiles – Divino e Ateu
2. Giovani Cidreira – Japanese Food
3. Maglore – Todas as Bandeiras
4. Astralplane – Redevout
5. OQuadro – Nêgo Roque
6. Márcia Castro – Treta
7. Sertanília – Gratia
8. Baco Exú do Blues – Esú
9. Lerry – Tabatenu
10. Luedji Luna – Um corpo no mundo

– Beatriz Biscarde (podcast Mutante Radio)

Modus Operandi – Vicio, Virtude e Violência
Surrmenage – Headphoning Life
Amor cianeto – A luz que vem de você
Pastel de Miolos – Reação!
Rosa Idiota – Circle
Aurata – Película
Desrroche – Conecte 1969
Game Over Riverside – Empty
Iorigun – Empty Houses, Filled Cities
Bilic – Salamaleque

– Celso de Carvalho (MusicaMundi PE – Juazeiro)

Antonio Carlos Tatau – A Lida dos Anos
Maglore – Todas as Bandeiras
Pastel de Miolos – Reação!
Lucas Santtana – Modo Avião
Lívia Mattos – Vinha da Ida
Luedji Luna – Um Corpo No Mundo
Sanitário Sexy – Eu Vou me Comer
Edy Star – Cabaré Star
Gereba Barreto e a poesia de Capinam

– Chico Castro Jr (Jornal A Tarde/ blog Rock Loco – Salvador)

Game Over Riverside – Empty
Gigito – Faça como que tem, não espere por ninguém
Ian Lasserre – Sonoridade Pólvora
Irmão Carlos – Irmão Carlos
Matita Perê – Reino dos Encourados
OQuadro – Nêgo Roque
Pastel de Miolos – Reação!
Pirombeira – Pirombeira
Rosa Idiota – Circle
Sertanília – Gratia

– Daniel Oliveira (el Cabong  e revista Let’s Go – Salvador)

Giovani Cidreira – Japanese Food
Gal Costa – Estratosférica ao vivo
Pirombeira – Pirombeira
Lívia Mattos – Vinha da Ida
Luedji Luna – Um Corpo no Mundo
Maglore – Todas as Bandeiras
Baco Exu do Blues – Esú
BaianaSystem – Outras Cidades
Xenia França – Xenia
Aiace – Dentro Ali

– Daniela Souza (107.5 Educadora FM – Salvador)

Achiles – divino e ateu.
Baiana System – outras
Canto dos Malditos na Terra do Nunca – Travessia
Daniela Mercury – Trieletro
Ian Lassere – Sonoridade Pólvora
Lívia Mattos – Vinha da Ida
Luedji Luna – Um corpo
Pirombeira ( o meu predileto) – Pirombeira
Sertanília – Gratia
Xênia França – Xênia França

– Danilo Santos Cruz (Oganpazan – Salvador)

Baco Exu Do Blues – Esú
DaGanja – Bonde 36
Astralplane – Redevout
Marcia Castro – Treta
Gigito – Faça com o que tem
Antiporcos – O Maldito Antiporcos
Rosa Idiota – Circle
Game Over Riverside – Empty
Dante Oxidante – Devagar Também É pressa
Irmão Carlos – Irmão Carlos

– DJ Branco (Programa Evolução Hip Hop – Educadora FM – Salvador)

BaianaSystem – Outras Cidades
Aiace – Dentro Ali
Bago de Jazz – Alegria
DaGanja – Bonde 36
Luedji Luna – Um corpo no mundo
O Quadro – Nêgo Roque
Sertanília – Gratia
Lívia Mattos – Vinha da Ida
Telefunksoul – AfroxéBa$$ Album
Dudoo Caribe – Trilogia EP1 Físico

– Elsimar Pondé (Bom Dia Feira e TV Olhos D’Água – Rádio Princesa FM – Feira de Santana)

* Todas as Bandeiras – Maglore
* Nêgo Roque – OQuadro
* Empty Houses // Filled Cities – Iorigun
* Esu – Baco Exu do Blues
* Tabatenu – DJ Larry
* Xênia – Xênia França
* Aiace – Dentro Ali
* Mohzah Nascimento – Minguante
* Japanese Food – Giovani Cidreira
* Reino dos Encourados – Matita Perê

– Fernando Gomes (VICE/Noisey – Salvador)

– Rosa Idiota – Circle
– O Quadro – Nêgo Roque
– Giovani Cidreira – Japanese Food
– Dr Drumah – 90’s Mindz
– Luedji Luna – Um Corpo no Mundo
– Xênia – s/t
– Makonnen Tafari – Tafari Loko pt 2

– Gabriel Soares (Rap071 – Salvador)

– Nêgo Roque – OQuadro
– Pirombeira – Pirombeira
– Outras Cidades – Baiana System
– Os Malditos Antiporcos em Seguimos no Front – Antiporcos
– Bonde36 – DaGanja
– Modo Avião – Lucas Santtana
– NPSN – Não Pode Ser Nada
– Um Corpo no Mundo – Luedji Luna
– Profano Blues – Líquido
– Alegria – Bago de Jazz

– Laura Fernandes (Jornal Correio* – Salvador)

1. Luedji Luna – Um Corpo no Mundo
2. Baco Exu do Blues – Esú
3. Maglore – Todas as Bandeiras
4. Lucas Santtana – Modo Avião
5. OQuadro – Nêgo Roque
6. Xenia França – Xenia
7. Giovani Cidreira – Japanese Food
8. BaianaSystem – Outras Cidades
9. Lívia Mattos – Vinha da Ida
10. Aiace – Dentro Ali

– Leandro Pessoa (Single do Dia – Salvador)

Todas As Bandeiras – Maglore
Achiles – Divino e Ateu
Um Corpo no Mundo – Luedji Luna
Irmão Carlos – Irmão Carlos
O Azul e o Sol – Saulo
Pirombeira – Pirombeira
Kafé – Kafé
Licença – Pedro Pondé
Perdido em Contos e Sonhos – Andaluz
Jau Natural – Ja

– Leinne Portugal (Programa Alternativa ATIVA – Exaltar 104,9 FM – Feira de Santana)

Malefactor – Sixth legion
Achiles – Divino e Ateu (EP)
Iorigun – Empty Houses/ Filled Cities (EP)
Game Over Riverside – Empty (EP)
Pedro Pondé – Licença (EP)
Giovane Cidreira – Japanese Food

– Leonardo Cima (Portal Soterorockpolitano – Salvador)

Desrroche – Conecte 1969
Irmão Carlos – Irmão Carlos
Pastel de Miolos – Reação!
Rosa Idiota – Circle
Invena – Dom Quixote Urbano na Contramão
Game Over Riverside – Empty
Amor Cianeto – A Luz que vem de Você
Jato Invisível – Veiculando Neuroses
Modus Operandi – Vício, Virtude, Violência
Lírio – Lírio

Luciano Matos (el Cabong e programa Radioca – Salvador)

Pirombeira – Pirombeira
Luedji Luna – Um corpo no mundo
Maglore – Todas as Bandeiras
Baco Exú do Blues – Esú
Giovani Cidreira – Japanese Food
Lívia Mattos – Vinha da Ida
OQuadro – Nêgo Roque
Canto dos Malditos na Terra do Nunca – Travessia
Dr. Drumah – 90’s Mindz
Rafique Nasser – Arado

– Marília Moreira (Jornal Correio* – Salvador)

Baco Exu do Blues – Esú
Luedji Luna – Um corpo no mundo
Xenia França – Xênia
Saravá Jazz Bahia
Daniela Mercury – Tri Eletro (EP)
Maglore – Todas as Bandeiras
Saulo – O Azul e o Sol

– Rafael Flores (Revista Gambiarra – Vitória da Conquista)

Pirombeira – Pirombeira
Astralpane – Astralplane
Achiles – Divino e Ateu
Nana – CMG NGM PDE
Luedji Luna – Um corpo no mundo
Giovani Cidreira – Japanese Food
Aiace – Dentro Ali
Maglore – Todas as Bandeiras
Lucas Santtana – Modo Avião
OQuadro – Nêgo Roque

– Ramon Prates  (Bahia Rock – Salvador)

Canto dos Malditos na Terra do Nunca – Travessia
Game Over Riverside – Empty (EP)
Irmão Carlos – Irmão Carlos (CD)
Malefactor – Sixth Legion
Pastel de Miolos – Reação!
Pecados Capitais – Jardim das Delícias Terrenas
Rosa Idiota – Circle
Sanitário Sexy – Eu Vou me Comer
Telefunksoul – AfroxéBa$$ Album
Vovó do Mangue

– Renato Cordeiro (Rádio Educadora – Salvador)

Lucas Santtana – Modo Avião
Edy Star – Cabaré Star
Giovani Cidreira – Japanese Food
Sertanília – Gratia
Luedji Luna – Um corpo no mundo
Baco Exu do Blues – Esú
Canto dos Malditos na Terra do Nunca – Travessia
Elomar, Orquestra Sinfônica Nacional da UFF & Tobias Volkmann – O Menestrel e o Sertãomundo
Alex Porchat – Loqui in Mousiqui
Pirombeira – Pirombeira

– Roberto Midlej (Jornal Correio* – Salvador)

Baco Exu Do Blues – Esú (CD)
BaianaSystem – Outras Cidades
Daniela Mercury – Tri Eletro (EP)
Edy Star – Cabaré Star
Jussara Silveira e Renata Braz – Fruta Gogoia
Luedji Luna – Um Corpo No Mundo (CD)
Maglore – Todas as Bandeiras
Márcia Castro – Treta
Sertanília – Gratia
Val Macambira – Folia de Rei

– Silvana Moura (Diretoria de programação e conteúdos da TVE – Salvador)

Baco Esu do Blues, esu
Baianasystem, Outars Cidades
Drearylands, No Poetry Lasts
Giovani Cidreira
Matita Perê- Reinos dos Encourados
O Quadro
Sarava Jazz Bahia
Luedji LUna
Ivan Motoserra e Gigito
Maglore- Todas as Bandeiras

– Tom Tavares (Programa Outros Baianos – Educadora FM – Salvador)

Matita Perê – Reino dos Encourados
Antonio Carlos Tatau – A Lida dos Anos
Irmão Carlos – Irmão Carlos
Tércio Guimarães Quinteto – Elementais
João Carlos Victor – Guitar Recital

– Zeca Forehead (Editor de conteúdo TVE Bahia – Salvador)

Gigito – Faça com o que tem, não espere por ninguém
Giovani Cidreira – Japanese Food
Rosa Idiota – Circle
Lívia Mattos – Vinha da Ida
OQuadro – Nêgo Roque

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 Comment

  1. Pena Schmidt Reply

    Luciano, parabens pelas listas, estamos incluindo na #listadaslistas. Detalhe: a lista dos especialistas pula do segundo lugar para o quarto, checa lá. Abraços. Pena Schmidt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in