Para quem gosta de música sem preconceitos - el Cabong

Os 100 Discos Importantes da Música Baiana

As velhas e polêmicas listas. Quais os melhores discos da música baiana de todos os tempos? Estado de origem do samba, da Bossa Nova, da Tropicália, da Axé Music e terra de nomes como Raul Seixas, Novos Baianos, Camisa de Vênus, Dorival Caymmi e de alguns dos maiores nomes da música brasileira, a Bahia sempre produziu e continua produzindo muito.

O artista plástico Gugui Martinez condensou várias listas para estabelecer os 100 mais importantes discos da música baiana. A escolha foi baseada na lista da revista Rolling Stone Brasil “100 maiores discos da música brasileira”, no livro de Charles Gavin “300 Discos Importantes da Música Brasileira”, na lista adcional do blog 300 discos, nas listas de melhores discos de rock baiano dos sites  iBahia e irdeb, da seleção do melhores discos de música baiana do site Salvador com H (parte 1 e 2) e do acervo pessoal de discos de música baiana do próprio Gugui. Veja como ficou:

 

01 – Novos Baianos – Acabou Chorare
02 – João Gilberto – Chega de Saudade
03 – Caetano Veloso – Transa
04 – Raul Seixas – Krig-ha, Bandolo!
05 – Gal Costa – Fa-Tal – Gal A Todo Vapor
06 – Gilberto Gil – Expresso 2222
07 – Dorival Caymmi – Caymmi e Seu Violão
08 – Tom Zé – Estudando o Samba
09 – Camisa de Vênus – Batalhões de Estranhos
10 – Gilberto Gil – Refazenda

11 – João Gilberto – João Gilberto – 1973
12 – The Dead Billies – Don´t Mess With The Dead Billies
13 – Antonio Carlos & Jocafi – Mudei de Idéia – 1971
14 – Batatinha – Diplomacia
15 – Caetano Veloso – Cinema Transcendental
16 – Dorival Caymmi – Canções Praieiras
17 – Gilberto Gil – Gilberto Gil – 1968
18 – Maria Bethânia – Álibi
19 – Gal Costa – Gal Costa – 1969
20 – Os Tincoãs – Os Tincoãs – 1973
21 – Tião Motorista – Samba e talento
22 – Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil e Maria Bethânia – Doces Bárbaros
23 – Caetano Veloso – Araça Azul
24 – Gordurinha – Gordurinha tá na praça
25 – Elomar – Nas quadradas das águas perdidas
26 – Hyldon – Na rua, na chuva, na fazenda
27 – Moraes Moreia – Lá vem o Brasil descendo a ladeira
28 – Pepeu Gomes – Geração do som
29 – Riachão, Batatinha e Panela – Samba da Bahia
30 – Trio Elétrico Dodô e Osmar – Jubileu de prata
31 – Ylê Aiyê – Canto Negro
32 – Olodum – Egito Madagascar
33 – Armandinho – Retocando o choro (ao vivo)
34 – Ederaldo Gentil – A voz do poeta
35 – Tom Zé – todos os olhos
36 – Margareth Menezes – Brasileira ao vivo
37 – Edson Gomes – Reggae Resistência
38 – Carlinhos Brown – Alfagametizado
39 – Daniela Mercury – O canto da cidade
40 – Xangai – Xangai canta cantigas, incelenças, puluxias e tiranas de Elomar – 1986
41 – João Gilberto – O amor, o sorriso e a flor
42 – Roberto Mendes – Minha história
43 – Daniela Mercury – Feijão com arroz
44 – Pitty – Admirável Chip Novo
45 – Adão Negro – Pele negra
46 – Camisa de Vênus – Camisa de Vênus (1983)
47 – Baiana System – Baiana System – 2010
48 – Wilsom Aragão – Capim Guiné (Uma Guerra de Facão)
49 – Ivete Sangalo – MTV ao vivo – 2004
50 – Chiclete com Banana – Tambores urbanos
51 – Orkestra Rumpilezz – Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz – 2009
52 – Ricardo Primata – Espelho da alma
53 – Raul Seixas – Gita
54 – Retrofoguetes – ChaChaChá
55 – 100 Anos de Música Baiana – Do Lundu ao Axé
56 – Timbalada – Mãe do samba
57 – Margareth Menezes – Kindala
58 – Gilberto Gil – Realce
59 – Gal Costa – Gal Tropical
60 – Álvaro Assmar – Blues à la Carte
61 – Afros e Afoxés da Bahia – 1988 – V.A
62 – Caetano Veloso – Caetano Veloso – 1968
63 – Raul Seixas – Novo Aeon
64 – Úteros em Fúria – Wombs in Rage
65 – Gilberto Gil – Refavela
66 – Raulzito e os Panteras – Raulzito e os Panteras (1968)
67 – João Gilberto – Amoroso
68 – Mariene de Castro – Abre Caminho
69 – Penélope – Mi Casa Su Casa
70 – Lampirônicos – Que luz é essa?
71 – Banda de boca – MPB pras Crianças
72 – Catapulta – 2º Versão
73 – Simone – Face a face
74 – Cascadura – Bogary
75 – Márcio Mello – Bizarro
76 – Osvaldo Fahel – Balada ao luar
77 – Vivendo do Ócio – O Pensamento É Um Imã
78 – Nelson Rufino – A verdade de Nelson Rufino – 2010
79 – Estakazero – Botando o pé na estrada
80 – Caetano Veloso – Qualquer Coisa/Jóia
81 – Sine Calmon – Fogo na Babilônia
82 – Banda Beijo – Aconteceu
83 – Gal Costa – Cantar
84 – Novos Baianos – Caia na estrada e perigas ver
85 – Banda Eva – Banda Eva ao Vivo 1997
86 – Lucas Santtana – Sem nostalgia
87 – Tom e Dito – Se mandar m’imbora eu fico
88 – Nancyta e os Grazzers – Nancyta e os Grazzers
89 – HeadHunter DC – Born…Suffer…Die
90 – Dona Edith do prato – Vozes da Purificação
91 – The Honkers – Roll up your sleeves…
92 – O Quadro – O Quadro (2012)
93 – Edil Pacheco – Pedras afiadas
94 – Joel Moncorvo – Muito além do som
95 – Ministereopublico – Sistema de Som Perambulante (2009)
96 – Luiz Caldas – Magia
97 – Dois Sapos e Meio – Obrigado Vasquez
98 – Orquestra Fred Dantas – Dança de Salão e Outras Bahias
99 – Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta – Frascos, Comprimidos, Compressas
100 – Waldick Soriano – Waldick Soriano ao vivo 2007

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

9 Comments

  1. Zé Henrique Reply

    A Bahia em termos de quantidade de artistas talentosos e relevantes só perde para o Rio.
    Mas, na boa, o nível caiu demais.
    De 20 anos para cá só Carlinhos Brown – não por seus discos e sim pelo seu leque de canções, e Lucas Santtana têm obras relevantes.
    Coloquemos aí tb o disco da Orkestra Rumpillez.

    PS: Acho Novos Baianos F.C. melhor que o Acabou Chorare e muito bom ver o sensacional Diplomacia de Batatinha na lista. O disco Toalha da Saudade também dele merecia entrar.

    1. lubmatos Reply

      Acho cedo, temos vários artistas em plena vivência da carreira e que ainda podem render muito mais do que já fizeram. Cascadura, Baiana System, Ronei Jorge, Tem ainda Lazzo, Mateus Aleluia e outros que continuam produzindo.

  2. Zé Henrique Reply

    Pô, Luciano, o Cascadura é legal como cavalo de batalha do rock na Boa Terra e tal.
    Mas nem fede e nem cheira, né?
    Tô falando de artistas do nível, ou parecido, dos donos dos 10 primeiros discos da lista – pra mim o Camisa tá de enxerido nela.
    Algo como a “linha evolutita” pra citar Caetano.

  3. TIAGO Reply

    A maioria dos álbuns são realmente clássicos. Destaco o álbum do O’Quadro como um dos melhores lançamentos do século 21 da música baiana. Porém, na minha humilde opinião, nomes como Banda Reflexo’s, Gerônimo e Paulinho Boca mereciam estar na lista.

  4. Jadson Dantas Reply

    Zé Henrique, sou baiano, de Salvador e concordo com você “o nível caiu demais” e complemento (com sua lisença) “o nível do que é gravado, publicado, caiu demais e a comercialização musical é o que domina na Bahia”. Sobretudo por causa do robusto sistema criado pelo carnaval, o que não vai dar dinheiro, chamar turista e encher bloco dificilmente consegue apoio. Dessa nova safra baiana gosto muito da Marcia Castro, sou apaixonado pela Mariene de Castro e Juliana Ribeiro que levantam a bandeira e faz justiça à todos os sambistas da Bahia (que são muito bons e não são poucos), Dão e a boa e velha galera do rock, que seria injustiça citar apenas um.

  5. Thiago Fernandes Reply

    Fora os clássicos, gostei muiti de ver Lampirônicos, Adão Negro, Baiana System, mas achei injusto o cd do Ronei e os Ladrões estar 99ª posição. Ah, senti falta do albúm do É o Tchan: Na Cabeça e na Cintura rsrs…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Log in