Para quem gosta de música sem preconceitos - el Cabong

Os álbuns lançados nas últimas semanas de várias partes do mundo

Um apanhado de álbuns lançados nas últimas semana pelo mundo, com trabalhos do Brasil, Inglaterra e EUA, mas também de Cabo Verde, Peru, Porto Rico, Marrocos, Suécia, entre outros.

Apesar da pandemia, o mundo da música não parou. Vários álbuns continuam sendo lançados pelo planeta. Separamos alguns das últimas duas últimas semanas, já que ficamos devendo na semana passada. Acumulou, logo, são muito mais opções para conhecer, ouvir e curtir. Mais uma vez fizemos um apanhado bastante amplo dos lançamentos, com álbuns novos de artistas de diversas partes do mundo. São trabalhos do Brasil, Inglaterra EUA, mas também de Cabo Verde, Peru, Porto Rico, Marrocos, Suécia e Nova Zelândia, entre outros países, logo a diversidade de gêneros, estilos e ritmos está garantida.

Veja também:
Principais festivais pelo mundo já cancelaram suas edições em 2020.
Novo apanhado de videoclipes da música brasileira.
Explore a diversidade do mundo através de rádios espalhadas por vários países.

Vários destes discos merecem atenção especial, como o EP lançado por Milton Nascimento e Criolo, ‘Existe Amor’. Com 4 músicas, o trabalho é uma homenagem de um artista para ao outro, trazendo regravações de dois clássicos deles e outras duas músicas novas. Recebendo convidados como Amaro Freitas e Arthur Verocai e com produção de Daniel Ganjaman, o álbum faz parte de uma campanha com fundo solidário para a população em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia do COVID-19.

Milton Nascimento e Criolo – Existe Amor (EP)
(MPB + Música  brasileira contemporânea + Rap / Minas Gerais-SãoPaulo- Brasil)

Ainda no Brasil, a banda Satanique Samba Trio, de Brasília, se viu obrigada a soltar seu álbum ‘Instant Karma’. O disco estava saindo pelo stories do Instagram, mas foi baixado e comercializado ilegalmente na Europa. O disco segue as experimentações que marcam o grupo, numa desconstrução de ritmos brasileiros que vão do chorinho ao curiá.

Satanique Samba Trio – Instant Karma
(Avant-garde + Música instrumental + Experimental + Samba + World music + Música brasileira + Forró + Free jazz + Jazz punk + Tropicália / DF-Brasil)

Tem ainda novos discos do sempre certeiro cearense Rapadura, com ‘Universo do Canto Falado’, do paulista Tatá Aeroplano com ‘Delírios Líricos’, do sergipano Alex Sant’Anna com ‘Baião Amargo’ e da boa banda carioca Estranhos Românticos com ‘Só’.

Rapadura – Universo do Canto Falado
(Rap + Hip Hop + Repente + Embolada / Ceará-Brasil)

Tatá Aeroplano – Delírios Líricos
(Rock alternativo + Freak + Psicodelia + Tropicália / São Paulo-Brasil)

Alex Sant’Anna – Baião Amargo
(Música brasileira contemporânea / Sergipe-Brasil)

Estranhos Românticos – Só
(Indie rock + New wave/ Rio de Janeiro-Brasil)

Não esquecemos da Bahia. O estado aparece com vários discos, entre eles o excelente trabalho de Dr. Drumah, codinome de Jorge Dubma (IFÁ). Ele lança ‘The Confinement Vol. 01: Africa’, num encontro instrumental de sonoridades como Rap, Afrobeat e jazz.

Dr. Drumah – The Confinement Vol. 01: Africa
(Hip-hop + Rap + Jazz rap + Afro beat + Instrumental / Salvador-Brasil)

Tem também o encontro de Gilberto Gil e BaianaSystem, em registro de um show histórico realizado em Salvador ano passado.

Gilberto Gil e BaianaSystem – Gil Baiana Ao Vivo em Salvador
(MPB + Música brasileira contemporânea / Bahia-Brasil)

Completa a série de discos baianos, o trabalho do sambista Pedrão, ‘Reviravolta’, os novos EPs da banda feirense Calafrio (‘Hiato’), da veterana soteropolitana Injúria (‘Somos Todos Iguais’) e a estreia da cantora e compositora Babalé, de Morro do Chapéu.

Pedrão – Reviravolta
(Samba / Bahia-Brasil)

Calafrio – Hiato (EP)
(Punk + Rock / Bahia-Brasil)

Injúria – Somos Todos Iguais
(Hardcore + Indie-rock + Punk-rock/ Bahia-Brasil)

Babalé – Fresta (EP)
(MPB + Rock + Jazz + Reggae / Bahia-Brasil)

Entre os destaques internacionais estão os novos discos de nomes ligados a tradição rock e eletrônica de dois dos países mais produtivos musicalmente do Ocidente, Estados Unidos e Inglaterra. Álbuns de nomes mais conhecidos como Mark LeneganMogwaiCar Seat Headrest (agora um disco cheio), Haim, White Denim e outros não tão badalados, mas não menos interessantes, como os ótimos Caleb Landry Jones, Ghostpoet, Man Man, Blake Mills, Hayley Williams e as misturas de Chicano Batman.

Mark Lenegan – Straight Songs of Sorrow
(Rock alternativo + Indie rock / EUA)

Mogwai – ZEROZEROZERO
(Rock instrumental + Trilha sonora + Post-rock/ Escócia)

Car Seat Headrest – Making a Door Less Open
(Indie rock + Lo-fi + Rock psicodélico / EUA)

Haim – I Know Alone
(Rock + Soft rock + Pop rock + R&B contemporâneo/ EUA)

Caleb Landry Jones – The Mother Stone
(Rock alternativo + Rock psicadélico / EUA)

Ghostpoet – I Grow Tired But Dare Not Fall Asleep
(Rock alternativo + Eletrônica / Inglaterra)

White Denim – World As a Waiting Room
(Rock alternativo + Indie rock /EUA)

Man Man – Dream Hunting in the Valley of the In-Between
(Alternative + American roots + Rock experimental + Indie rock + Psicodelia / EUA)

Blake Mills – Mutable Sets
(Indie + Folk + Rock/ EUA)

Chicano Batman – Invisible People
(Indie-rock + Rock psicodélico + Soul + Tropical/ EUA)

Hayley Williams – Petals for Armor
(Rock alternativo + Emo pop + Punk pop + Power / Inglatera)

Outros destaques seguem o caminho da música negra contemporânea. Entre eles, o novo trabalho de Simbiatu ‘Simbi’ Abisola Abiola Ajikawo, mais conhecida por seu nome artístico Little Simz, rapper, cantora e atriz britânica de primeiro nível. Outro destaque é o encontro do rapper de Chicago, Ric Wilson, com o produtor Terrace Martin.

Little Simz – Drop 6
(Hip-hop / Inglaterra)

Ric Wilson, Terrace Martin – They Call Me Disco
(Funk + Hip hop + Neo-soul + R&B + Soul + Disco + Funk/ EUA)

Como aqui no el Cabong não gostamos de ficar presos a hegemonias de gêneros musicais ou de regiões, também fomos atrás de discos lançados em outros países, às vezes com uma música não tão badalada, ou pelo menos não tão difundida como merecia. Cabo Verde, por exemplo, tem um cenário musical riquíssimo, alguns nomes são até famosos, mas, nem sempre, chega até nós o que é feito de interessante vindo de lá. Ary Morais é um desses nomes pouco conhecidos. Ele lançou seu quarto álbum, ‘Norcabo’, que mescla diversos ritmos caboverdianos, com referência de jazz e de música folclórica da Noruega, onde vive atualmente.

Ary Morais – Norcabo
(Coladera + Morna + Batuque + Funaná / Cabo Verde)

O Dengue Dengue Dengue é o maior representante da música contemporânea peruana. Completando uma década de existência, o grupo está lançando a série Humos Ep, uma coleção de remixes, edições e faixas originais não lançadas. Dois deles saíram agora mostrando a típica e ótima mistura de cumbia e eletrônica que marca o grupo.

Dengue Dengue Dengue – Humos EP Vol. 1
(Cumbia + Eletrônica + Afrofuturismo + Bassmusic + Sonidera + Dub/ Peru)

Dengue Dengue Dengue – Humos EP Vol. 2
(Cumbia + Eletrônica + Afrofuturismo + Bassmusic + Sonidera + Dub/ Peru)

Nessa viagem pelos ritmos do mundo destacamos ainda alguns discos: o álbum de estréia do duo portoriquenho Buscabulla; O novo trabalho da mexicana Natalia Lafourcade, no qual ela mergulha em ritmos tradicionais de seu país; o primeiro trabalho do Ladama, grupo formado por mulheres de diversos países, Brasil, Venezuela, Colômbia e EUA; o encontro do mestre marroquino de Gnawa, Rabii Harnoune, com o produtor eletrônico de Frankfurt VBKühl, e, finalmente, o EP em homenagem a Manu Dibango do grupo francês Voilaaa.

Buscabulla – Regresa
(Música Latina + Experimental + Eletrônica/ Porto Rico)

Ladama – Ladama
(Frevo + Maracatu + Joropo + Cumbia + Champeta + Pop + Rock Jazz/ Brasil-Venezuela-Colômbia-EUA)

Natalia Lafourcade – Un Canto por México, Vol. 1
(Bolero + Cumbia + Norteño + Ranchero/ México)

Rabii Harnoune & V.B. Kühl – Gnawa Electric Laune
(Gnawa + Eletrônica/ Marrocos-Alemanha)

Voilaaa – Manu Écoute Ça.
(Afrofunk + Afrojazz + Disco + Funk + Jazz + Soul eletrônico/ França)

Não para por ai, tem muito mais, com nomes, sons e ritmos de várias partes. Tem garage rock da Espanha, indie rock sueco, indie pop da Nova Zelândia, entre outros.

Melenas – Dias Raros
(Garage + Pop + Rock / Espanha)

I Break Horses – Warnings
(Indie rock + Eletrônica + Shoegaze/ Suécia)

Reb Fountain – Reb Fountain
(Folk + Indie pop / Nova Zelândia)

Diet Cig – Do You Wonder About Me?
(Punk + Indie rock + Indie pop / EUA)

JR JR – August and Everything Prior (EP)
(Indie pop / EUA)

Dramarama – Color TV
(Rock alternativo + Power pop + Indie rock + New wave / EUA)

mxmtoon – dawn
(Pop + Ukelelê + / EUA)

Tagged under:

,

3 Comentários

  1. Pingback: Lançamentos essenciais das últimas semanas pelo mundo | » Para quem gosta de música sem preconceitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Log in