Para quem gosta de música sem preconceitos - el Cabong

Os 20 livros sobre música lançados em 2020 que você deveria ler

A literatura sobre música é uma das melhores formas de conhecer as obras e mentes por trás de artistas. A produção de novos livros em 2020 ajudou muito nesse sentido, com lançamentos de grandes trabalhos com foco no mundo da música. Reunimos aqui 20 publicações que chegaram ao público no ano passado. Obras que ajudam o público a conhecer mais de álbuns, de artistas, de gêneros, de cenários musicais de países ou regiões específicas ou mesmo publicações mais abertas, entendo a criação ou devaneios artísticos

Veja também:

Os melhores álbuns brasileiros de 2020 pela crítica baiana.
Os melhores discos baianos de 2020 escolhidos pela crítica.

São livros que falam de discos clássicos de Jorge Ben e Novos Baianos, ou um apanhado sobre discos brasileiros corajosos e quase obscuros. Obras que narram as trajetórias dos Beatles, Tom Zé, Jards Macalé, Talking Heads, Luiz Melodia, Bad Religion, Jacob do Bandolim e Mark Lanegan. Trabalhos sobre a música brasileira, o Manguebeat, o punk e o rock brasileiro dos anos 1980, a música produzida em Salvador ou a contestação cultural na obra de Ney Matogrosso. Além de trabalhos escritos por grandes nomes da música mundial, como Neil Peart (Rush), Jeff Tweedy (Wilco) e Joyce Moreno. Veja abaixo os 20 livros sobre música lançados em 2020 que você deveria ler.

_______________________________

África Brasil: Um Dia Jorge Ben Voou Pra Toda Gente Ver | Kamille Viola

Edições Sesc SP
174 páginas – Português – ebook

Integrando a coleção Discos da Música Brasileira, o livro traz um mergulho num dos álbuns mais emblemáticos da carreira de Jorge Ben. A jornalista acaba desvendando muito sobre a obra e sua importância para a construção de um imaginário do negro positivo no país, mas também revelando muito da personalidade oculta do artista, incluindo informações inéditas.

Lindo Sonho Delirante vol.3: 100 discos corajosos do Brasil (1986-2000) | Bento Araújo

Poeira Press
232 páginas – Português e inglês – físico

Terceiro volume de uma série de livros independentes sobre importantes álbuns da música brasileira através das décadas. Desta vez, o destaques são cem discos corajosos lançados entre 1986 e 2000, mesclando obras vanguardistas e experimentais. Cada disco é acompanhado por resenha bilíngue e reprodução de sua capa original. 

Caí na Estrada com os Novos Baianos | Marília Aguiar

Editora Agir
210 páginas – Português – físico e ebook

Ex-mulher de Paulinho Boca de Cantor, a autora conviveu com os Novos Baianos por dez anos. Neste livro, ela conta histórias que testemunhou e viveu naqueles tempos loucos e confusos. Entre casos divertidos, curiosos e dramáticos, ela revela aspectos pouco falados do grupo, além de registros fotográficos e até letras inéditas.

One, Two, Three Four : The Beatles in Time | Craig Brown

Fourth Estate
656 páginas – Inglês – físico e ebook

“Uma biografia não ortodoxa dos Beatles”. É como tem sido definido esse livro, que em 150 capítulos, alguns muito curtos, explora diversos aspectos da banda, desde o início até sua separação. Uma mistura de história, diários, autobiografia, cartas de fãs, ensaios, vidas paralelas, listas de festas, gráficos, entrevistas, anúncios e histórias, tudo com um recorte bem particular do autor.

Tom Zé – O último tropicalista | Pietro Scaramuzzo

Edições Sesc SP
336 páginas – Português – físico

O músico baiano ganha sua primeira biografia oficial, escrita pelo jornalista italiano e pesquisador de música brasileira, que narra a trajetória de vida e da obra desde o nascimento em Irará, em 1936, até o álbum Sem você não A, de 2017. Não falta o período de ostracismo nos anos 1970 e 1980, a redescoberta nos anos 1990, além de uma discografia e um interessante acervo de fotos do artista. 

Jards Macalé – Eu Só Faço O Que Quero | Fred Coelho

Numa Editora 
500 páginas – Português – físico

Lançado no finalzinho de 2020, trata-se de um ensaio biográfico. Além de contar boa parte da trajetória do cantor e compositor carioca, a publicação analisa sua obra, contextualizando os aspectos culturais e sociais que influenciaram nos mais de 50 anos de carreira. 

How To Write One Song | Jeff Tweedy

Dutton Books
176 páginas – Inglês – físico e ebook

O membro fundador e líder da banda de rock americana Wilco se debruça sobre o processo íntimo de escrever uma canção. Ele trata sobre como produzir letra e música, unir os dois elementos, mas, mais do que isso, como tornar a criatividade parte da vida. 

Acabou chorare: o rock’n’roll encontra a batida de João Gilberto | Marcio Gaspar

Edições Sesc SP
113 páginas – Português e inglês – ebook

Este outro livro da coleção Discos da Música Brasileira se dedica ao icônico Acabou Chorare. Através de entrevistas com músicos e artistas que integraram os Novos Baianos, o autor conta a história do álbum que  misturou rock, samba, bossa e experimentalismo. Mostra também sua importância para as gerações seguintes. 

Remain In Love: Talking Heads, Tom Tom Club, Tina | Chris Frantz

St. Martin’s Press
400 páginas – Inglês – físico e ebook

Escrito pelo baterista dos Talking Heads, esse livro revela as memórias de uma das bandas mais originais da música pop, ao mesmo tempo que traça um panorama de uma importante época para a história da música. O livro reúne um acervo inédito de fotos e detalhes da trajetória do grupo, desde a vida nas turnês até a complicada relação com o frontman David Byrne, além dos trabalhos do músico depois do fim da banda.

Meu nome é ébano: A vida e a obra de Luiz Melodia | Toninho Vaz

Tordesilhas
336 páginas – Português – físico e ebook

Através de relatos e pesquisa, o jornalista Toninho Vaz conta a história do cantor e compositor carioca, das origens no morro carioca de São Carlos até se tornar um dos grandes nomes de nossa música. Compositor de obras-primas, Luiz Melodia é mostrado, para além da fama de maldito, como um artista ciente da importância de sua trajetória artística e legado.

Manguebeat: A Cena, o Recife e o Mundo | Luciana Ferreira Moura Mendonça

Appris
313 páginas – português – físico

Um dos acontecimentos mais importantes da música brasileira recente, o Manguebeat ganha um novo livro fruto da tese de doutorado da autora. Trata-se de um mergulho necessário naquela movimentação surgida nos anos 1990, que serve também como reflexão sobre música e globalização, hibridismos culturais, territórios, identidade, tradições e contemporaneidade.

Do what you want: The Story of Bad Religion | Bad Religion  & Jim Ruland  

Hachette Books
336 páginas – Inglês – físico e ebook

Com uma mistura de hardcore melódico e letras instigantes, o Bad Religion se tornou essencial para a explosão do punk rock dos anos 90. Este livro conta os 40 anos de história dessa fundamental banda, desde a adolescência nos ensaios em garagens até o sucesso mundial. As histórias são contadas pelos próprios fundadores em estilo irreverente.

Jacob do Bandolim – Um Coração que Chora | Gonçalo Junior

Noir
672 páginas – Português – físico

Jacob do Bandolim foi um dos grandes gênios da música brasileira e um dos personagens mais intensos e interessantes de sua história. O artista era temperamental, mulherengo, irascível, passional, implicante, daqueles tipos que, de tão sinceros, criava fácil desafetos e inimigos. Era também um talento raro, perfeccionista, um mestre de obra irretocável. Nesse livro conhecemos mais desse grandes personagem de nossa música.

Uma árvore da música brasileira | organizado por Guga Stroeter e Elisa Mori

Edições Sesc SP
477 páginas – Português – físico e ebook

Organizada pelo músico Guga Stroeter e pela pesquisadora Elisa Mori, a publicação faz um registro histórico de diferentes manifestações nacionais através de testemunhos e reflexões de artistas, pesquisadores e produtores musicais. São 23 artigos abordando samba, baião, bossa nova, jovem guarda, Tropicália, Clube da Esquina, Mangue Beat, sertanejo, dentre outras expressões da música brasileira, por nomes como Xis, Kassin, Nei Lopes e Chico César.

Sing backward and weep | Mark Lanegan

White Rabbit
352 páginas – Inglês – físico e ebook

Aos 55 anos, Mark Lanegan tem uma trajetória complicada em paralelo a uma carreira profícua. Neste livro de memórias, o artista norte-americano desnuda, com ajuda do escritor Mishka Shubaly, sua vida desde a mãe abusiva e pai ausente até o sucesso como estrela do grunge, o convívio com bebidas e drogas, os relatos de uma vida agressiva e a sequência como grande nome do rock alternativo.

Aquelas coisas todas | Joyce Moreno

Numa Editora
352 páginas – Português – físico 

Neste livro, a cantora e compositora Joyce não se resume a contar suas memórias, mas também em reunir textos sobre música, encontros e ideias. Uma parte do material foi extraída do livro Fotografei Você na Minha Rolleyflex, lançado em 1997, em que ela analisa a música e a cultura brasileira. A outra parte traz textos mais recentes, ainda não publicados, tratando de temas como o feminismo.

Ney Matogrosso… Para Além do Bustiê: Performances da Contraviolência na Obra Bandido (1976-1977) | Robson Pereira da Silva

Appris
313 páginas – português – físico

A trajetória de Ney Matogrosso é analisada em diálogo com a produção cultural e contracultura da década de 1970. O livro foca especialmente este período, em plena ditadura militar, quando o artista apostou na estética da subversão, dando corpo a personagens marginais em suas diversas performances.

Grito Suburbano e o boom do rock nacional nos anos 80 | Cajú Neto

THS Editora
174 páginas – Português – físico

Testemunha do surgimento das primeiras bandas de punk rock no Brasil, o jornalista conta a história de um cenário que iria desembocar na explosão do rock brasileiro dos anos 1980. Em linguagem simples e direta, ele mostra o início nas garagens, passando por shows, festivais, publicações, discos, programas de TVs e rádios, até as salas de cinemas e casas de shows, destacando as principais bandas.

Cidade da Música da Bahia | Organizado por Antonio Risério e Gringo Cardia

Prefeitura Municipal de Salvador
1600 páginas – Português – Físico

Lançado em três volumes robustos, esta publicação traz artistas, jornalistas e pesquisadores (de Capinan e Roberto Mendes a Paulo Miguez e José Miguel Wisnik) num mergulho na música de Salvador em suas mais diversas esferas, ritmos e sabores. Produzido para o centro cultural Cidade da Música, a ser inaugurado, os livros são calhamaços essenciais para conhecer e entender a produção desde os tambores ancestrais até a atualidade. Até o momento, essa publicação não é comercializada.

Música pra Viagem Vol. 1 e 2 | Neil Peart

Ed. Belas Letras
224 páginas – Português e inglês – Físico e ebook

O novo livro do baterista e letrista do Rush parte de uma viagem pelas estradas e cenários norte-americanos para narrar as músicas que o acompanham nessa jornada. A partir desse repertório, que vai de Frank Sinatra até Massive Attack, ele fala de sua vida e inspirações. As memórias incluem seus primeiros contatos com a música, com a bateria e com a literatura, além de suas visões sobre bandas e a indústria da música.

5 Comentários

  1. Pingback: Os álbuns, EPs e singles recém lançados para conhecer » Para quem gosta de música sem preconceitos

  2. Pingback: Um guia faixa a faixa para entender o novo álbum do BaianaSystem dividido em três atos » Para quem gosta de música sem preconceitos

  3. Pingback: Um guia para entender o novo álbum do BaianaSystem faixa a faixa » Para quem gosta de música sem preconceitos

  4. Pingback: Dois festivais exaltam a música negra neste fim de semana » Para quem gosta de música sem preconceitos

  5. Pingback: 45 feats reunidos em novos videoclipes da música brasileira » Para quem gosta de música sem preconceitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Log in