Para quem gosta de música sem preconceitos - el Cabong

Mostra reúne artistas baianos em programação colaborativa da SIM São Paulo

Entre as inúmeras programações e conteúdos acerca do mercado da música, a SIM São Paulo reservou os dias 14 e 15 de novembro para promover um festival colaborativo. A ideia é reunir artistas do Brasil e outros países latino-americanos, além dos europeus Itália e Catalunha, para uma grande mostra de música independente. O grande destaque vai para a mostra Bahia de Todos Os Sons, que leva 27 artistas baianos aos Palcos virtuais da SIM 2020.

Texto de Ivie Leone

Este ano a Semana Internacional da Música de São Paulo – SIM ganhou uma edição online e estendida: com mais de 30 dias de programação (entre 3 de novembro e 6 de dezembro). A maior feira do mercado musical da América Latina traz o tema “Música Viva” para o centro das discussões dos painéis, debates, workshops e outras atividades. Como é de praxe, além da programação focada na discussão sobre o mercado da música, a SIM apresenta shows de artistas nacionais e internacionais. Entre Festivais e Coletivos selecionados para se apresentarem na programação, destacamos a mostra Bahia de Todos Os Sons, que leva 27 nomes da música baiana para apresentarem shows ao vivo, videoclipes e mini-documentarios produzidos por eles.

Cerca de 80 artistas da música latinoamericana (nacionais e internacionais) se apresentam na programação da SIM neste fim de semana, entre os dias 14 e 15 de novembro. Serão 20h de shows que apresentam a produção musical da Bahia, Pará, Paraguai, Bolívia, Itália, Catalunha e Chile. A iniciativa de realizar uma mostra colaborativa tem o objetivo de estimular intercâmbios entre artistas e produtores nacionais e internacionais, como forma de expor novas tendências e movimentos artísticos-culturais de todo o mundo.

Mostra colaborativa

A programação musical foi construída de forma colaborativa, com curadorias regionais ou locais, e com movimentos musicais já auto-organizados. Por exemplo, o Festival paraense Se Rasgum, que já aconteceria no seu formato TV Show no canal do Youtube, passa a integrar a programação da SIM apresentando artistas da cena paraense e amazônica, além do duo inédito de Zélia Duncan (RJ) e Arthur Nogueira.

Além do Se Rasgum, outros festivais, coletivos e movimentos culturais levam artistas para os palcos virtuais da SIM. Na programação de sábado (14), estão: o movimento Bahia de Todos Os Sons, formado por 28 artistas da cena independente baiana; o Planea Música, que reúne artistas paraguaios; o MIC3600, que apresenta uma seleção de artistas bolivianos; e artistas espanhóis, sob curadoria do conceituado Primavera Pro, encontro mundial da música ligado ao festival Primavera Sound (Barcelona).

Já no domingo (15), acontecem shows de artistas do sul da Itália, apresentados pela agência governamental Puglia Sounds; o Festival SiAcalme, que apoia músicos que sofreram com o impacto da pandemia; o MMVV Catalan Arts, que fomenta a música da Catalunha, apresentando dois artistas locais; o Sarau As Mina Tudo, que reúne poesias feita por mulheres de diferentes regiões do Brasil; e, por último, o Chilemúsica, que apresentará shows de 12 artistas chilenos.

A programação completa, links e horários você pode conferir na nossa agenda.

Bahia de Todos os Sons

O grande destaque da SIM São Paulo vai para a mostra Bahia de Todos os Sons, que abre a programação musical no dia 14, a partir das 14h até as 16h, com apresentações de 27 artistas baianos. Entre eles, estão nomes já conhecidos no el Cabong: Duo BAVI, Aiace, BAYO, Iara Canuto, Ian Cardoso, Neila Khadi e tantos outros importantíssimos para a música baiana.

A ideia nasceu de forma espontânea, com a necessidade dos artistas baianos da cena independente de ocuparem espaços da atenção às tendências e oportunidades profissionais. O que movimentou produtores e artistas que se reúnem no coletivo Receba foi mesmo a vontade de apresentar a música baiana em toda sua diversidade num evento sudestino de notoriedade internacional.

A iniciativa de auto-organização de cantores, compositores, intérpretes e instrumentistas baianos rumo a maior feira de negócios musicais da América Latina surpreendeu até mesmo a produção do evento. A proposta da SIM era conceder até 2h de apresentação musical em formato live transmitida diretamente da cidade do artista ou na sede do evento, em São Paulo.

O que o movimento Bahia de Todos os Sons propôs foi diferente de tudo que estava previsto. O que era pra ser mais uma live para compor a programação virtual da SIM 2020, ganhou uma nova conotação na mostra baiana. Além de reunir 27 nomes da música de Salvador, Cachoeira Juazeiro e outros municípios, o movimento ainda promoverá uma mostra audiovisual com mini-docs inéditos, exibições e lançamentos de videoclipes, live shows e a inovação do portfólio digital disponibilizado ao vivo.

Vamos por partes:

A cada apresentação, um QR Code será exibido na tela, convidando produtores, técnicos e artistas de outros estados a conhecerem mais sobre o trabalho de cada artista. É dessa forma que o intercâmbio acontecerá na edição online. Além disso, o Bahia de Todos os Sons ganhou uma plataforma no Instagram, onde reúne fotos e releases de todos participantes. Um espaço pensado para fomentar os negócios em torno da música independente.

A mostra é resultado de um trabalho coletivo realizado por Illa Benício (produção), Edmilia Barros (edição de vídeo e produção), Ângela Marques (produção), Larissa Lacoirx (produção e design gráfico, Isla Criativa), Carol Morena (Coletivo Receba e Tropicasa), e todos os cantores, bandas, intérpretes, compositores e instrumentistas envolvidos.

O catálogo musical apresentado vai passear pelo arrocha, samba, reggae, rock e outras influências. Confira a ordem de shows: BAYO, Caian, Sued Nunes, Trio ao Vento, Alexandra Pessoa,Trupe Poligodélica, Dani Vieira, Filipe Lorenzo ft. Antônio Carlos & Jocafi, Illa Benício, Duo B.A.V.I, Thiago Trad, Yaya Massemba, Suinga, Sons de Mercúrio, Os Sintéticos, Pessoa, Irmão Carlos Psico Funk, Reyynam Poeta, Uh! Neto, Pradarrum, Iara Canuto, Ian Cardoso, Aiace, Neila Kadhi, Guigga, Igor Gnomo, Freelion.

A mostra Bahia de Todos os Sons será transmitida ao vivo no site da SIM São Paulo (simsaopaulo.com). Acompanhe o movimento nas redes do Instagram e acompanhe nossa agenda.

Ouça as atrações da mostra Bahia de Todos os Sons no Spotify

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Log in