Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

In-Edit Brasil volta a Salvador com documentários musicais inéditos

Depois de três anos sem acontecer em Salvador, o In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical volta para a cidade para comemorar sua décima edição no Brasil e sexta na capital baiana. O evento vai ocupar a Sala Walter da Silveira entre os dias 3 e 8 de julho de 2018, exibindo 22 filmes, entre produções brasileiras e internacionais, e terá também feira de vinil, masterclass e show. O festival acaba de acontecer em São Paulo, e depois de Salvador segue para Belém, de 13 a 15 de julho. Os ingressos custam R$6 (inteira) e R$3 (meia).

Na programação da edição baiana o destaque são os longas-metragens sobre importantes nomes da música brasileira. Alguns deles focam artistas baianos,como ‘Dê Lembranças a Todos’ sobre a vida e a obra de Dorival Caymmi e ‘Fevereiros’, sobre Maria Bethânia e a homenagem da Escola de Samba Mangueira no Carnaval carioca. A Bahia aparece ainda sob as lentes da diretora afro-americana Falani Afrika em ‘Maestrina da Favela’, que conta a história de Elem Silva, diretora de um grupo de percussão infantil no Pelourinho, e no filme ‘Smetak’, sobre o músico, inventor e compositor suíço Walter Smetak, que viveu boa parte de sua vida na Bahia e influenciou a Tropicália.

Outros nomes da música brasileira que são foco de filmes dessa edição do In-Edit são o ícone do samba paulista Adoniran Barbosa, o músico Arthur Moreira Lima, o guitarrista Lanny Gordin (‘Inaudito’) a veterana Dona Onete, a banda Ultraje a Rigor e o vocalista da banda Ira, Nasi (‘Você Não Sabe quem eu Sou’), entre outros. Destaque também para um documentário sobre um festival realizado na praia de Saquarema nos anos 70, que recebeu nomes como Raul Seixas, Rita Lee & Tutti Frutti, Made in Brazil e Angela Ro Ro. Tem ainda os filmes estrangeiros, dentro do Panorama Internacional, com produções sobre a artista jamaicana Grace Jones, a banda de pop rock britânica XTC, a cantora mexicana Chavela Vargas, a série de discos Ethiopiques, ‘My Life Story’, sobre o show que conta a história do músico inglês Suggs, vocalista da banda de ska Madness, entre outros.

Este último, ‘Ethiopiques – Revolt of the Soul’, do diretor Maciej Bochniak, conta como o jornalista e produtor francês Francis Falceto lançou no mercado a série de discos Ethiopiques, recuperando a memória da música etíope e apresentando ao mundo sua grande diversidade. O filme apresenta os protagonistas dessa produção, sua sonoridade e ritmos que misturam soul, funk, rock e jazz. Outro filme que chama atenção é ‘Vinil, Poeira e Groove’, do diretor Diego Casanova, que mostra como três décadas após ter sido decretada sua “morte”, o vinil voltou a crescer, gerando um novo mercado, com fábricas, selos, lojas, colecionadores, DJs e muita paixão.

A mostra soteropolitana do In-Edit Brasil é realizada pela Hasta La Luna Iniciativas Culturais e In Brasil Cultural e conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia.

Confira a programação:
Dia 3 de julho – Terça
20h – Fevereiros
Dia 4 de julho – Quarta
14h – Maestrina da Favela
16h – Badi
18h – Inaudito
20h – Smetak
Dia 5 de julho – Quinta
14h – Dzimba Dze Mabwe – Casa de Pedra
16h – O Fabuloso Zé Rodrix
18h – Ultraje
20h – Chavela
Dia 6 de julho – Sexta
14h – Dona Onete – Flor de Lua
16h – Adoniran – Meu Nome é João Rubinato
18h – Meu Tio e o Joelho de Porco (My Punkle)
20h – My Life Story
Dia 7 de julho – Sábado
14h – XTC: Ths is Pop
16h – Arthur Moreira Lima – Um Piano para Todos
18h – Som, Sol & Surf – Saquarema
20h – Grace Jones: Bloodlight and Bami
Dia 8 de julho – Domingo
14h – Você Não Sabe Quem eu Sou
16h – Vinil, Poeira e Groove
18h – Dê Lembranças a Todos
20h – Ethiopiques – Revolt of the Soul

Canal Brasil exibe seleção de documentários do In-Edit

Dentro da programação do festival In-Edit no Brasil, evento que surgiu em Barcelona e realiza mostras em países como Chile, Argentina, México, Alemanha, Colômbia e Grécia, o Canal Brasil está exibindo pelo quarto ano consecutivo filmes que já foram destaque no In-Edit. Antes da exibição das obras, o cantor Paulo Miklos revela detalhes e curiosidades do longa se apresentado.

A programação começou no último dia 18 de junho, com o filme ’82 Minutos’ (2015), de Nelson Hoineff sobre os bastidores dos desfiles da Marquês de Sapucaí. Na próxima semana é a vez de ‘A Lenda do Jorge Cabeleira’ (2016), sobre a história da banda originária do movimento manguebit, que voltou a ativa recentemente. Até setembro, a mostra apresenta ainda os filmes: ‘Vinicius’ (2005), ‘Pedro Osmar, Prá Liberdade Que se Conquista’ (2017), ‘Mangue’ (2015), ‘Coragem’ (2016), ‘Waiting for B.’ (2017), ‘Mademoiselle do Rap’ (2016), ‘Divinas Divas’ (2016), ‘A Música Segundo Tom Jobim’ (2012), ‘Danado de Bom’ (2017), ‘Homem-Ave’ (2010), ‘Cartola – Música para os Olhos’ (1998), ‘Os Doces Bárbaros’ (1977), ‘São Paulo em Hi-Fi’ (2016) e ‘O Próximo Samba’ (2017).

PROGRAMAÇÃO DA MOSTRA IN-EDIT NA TV BRASIL
Horário: Segundas, à 0h15

18/06 – 82 Minutos (2015) (128′)
25/06 – Pedro Osmar, Prá Liberdade que se Conquista (77′) + Mangue (26’)
02/07 – Vinicius (122’)
09/07 – São Paulo em Hi-Fi (102′)
16/07 – Coragem (73’)
23/07 – Waiting for B. (71’) + Mademoiselle do Rap (25’)
30/07 – Divinas Divas (110′)
06/08 – A Música Segundo Tom Jobim (84′)
13/08 – Danado de Bom (75’) + Homem-Ave (8’)
20/08 – Cartola – Música para os Olhos (89’)
27/08 – Os Doces Bárbaros (105′)
03/09 – A Lenda do Jorge Cabeleira (2016) (81’)
10/09 – O Próximo Samba (107’)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 Comment

  1. Rodrigo Sputter Reply

    man, ouvi dizer q vai ser na walter…será q vai ser grátis??
    tomara, sem $$$
    pena que vai ter vários balas que nao vai passar, mas bom q vai rolar…nem sabia que tinha 3 anos sem rolar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in