Para quem gosta de música sem preconceitos - el Cabong

Festivais ganham versões digitais e inovadoras

Coala, Faro, Vaca Amarela, Mucho e O Som das Palafitas promovem neste mês de setembro suas versões digitais em formatos diferentes.

Texto de Ivie Leone

Festivais que historicamente mobilizam comunidades, reúnem públicos de diferentes estados e promovem grandes encontros da música brasileira tiveram que repensar seus formatos durante a pandemia da COVID19. Depois de 6 meses de isolamento social, consumir arte e cultura através de lives já não soam mais como novidade.

Veja também:

– Festival In-edit apresenta novos documentários musicais em edição online.
– Natura Musical lança edital de R$ 8,5 milhões com novidades.

O desafio para os festivais agora é inovar o “simples” formato live para conseguir manter suas características próprias, da diversidade (musical e entre o público) e das múltiplas linguagens. Confira abaixo alguns festivais que ganham edições virtuais neste mês de setembro:

Festival Vaca Amarela

07/09 – 16h às 23h – BeApp

A 19º edição do Festival Vaca Amarela acontece no dia 07 de setembro em formato online. Neste novo formato, as apresentações musicais acontecerão no Centro Cultural Martim Cererê e no Centro Cultural UFG sem público e sem convidados. A transmissão ao vivo começa às 16h e será inteiramente gratuita, através da plataforma BeApp

O Festival goiano vem, desde os anos 90, apresentando produções autorais e independentes do Centro-Oeste e este ano inova seu line-up trazendo convidados internacionais, do Uruguai e Holanda. Além da programação musical o Vaca Amarela também apresenta performances. 

Outra inovação do Festival para esta edição online foi a criação de um ambiente virtual com feiras de produtos, bebidas, comidas e outros artigos de produção independente. Como forma de fortalecer a economia criativa local, as feirinhas realizadas presencialmente nas edições anteriores acontecerão este ano na plataforma Stay App

Confira a programação completa: 

PALCO MARTIM CERERÊ:

16:00 – Gawgav (GO)
17:00 – Distoppia (GO)
18:00 – Chá de Gim (GO)
20:00 – Roxy DJ´s
21:00 – Metropolis DJ´s
22:00 – Arrasa Goiânia – Anarkotrans (GO)
22:20 – Arrasa Goiânia – Guilhotina Guinle (GO)
22:40: – Arrasa Goiânia – Lulu Monamour (GO) 

PALCO CCUFG:

19:00 – Showcase Milo Records – Bebel Roriz (GO)
21:00 – Bruna Mendez (GO) 

PALCO FÓSFORO

16:30 – Invasão Nortista Urutu do Olho Fundo(RR)
17:30 – Daniel Belleza  (SP)
18:30 – Invasão Nortista – Jamrock (RR)
19:30 – Hell Oh! (RJ)
20:30 – La Bomba Latina – Max Capote (URU)
21:30 – Rodrigo Feoli (HOL) 

O Som das Palafitas

04/09 a 28/11 – 20h – Youtube

O Festival Som das Palafitas, que acontece anualmente no Dique da Vila Gilda (Santos – SP), realizará sua versão online e mais duradoura este ano. O Festival já recebeu músicos como Geraldo Azevedo, A Cor do Som, Luiz Caldas e outros importantes nomes da música brasileira com o intuito de fomentar a cultura na maior favela de palafitas da América Latina.

Durante a pandemia do COVID19 o Dique da Vila Gilda atravessa um momento muito específico, entre problemas sanitários e de saúde pública. Com o apoio do Instituto Arte no Dique, o Festival acontece este ano em sua versão online e em caráter filantrópico, com uma campanha de arrecadação de fundos. 

Este ano o Som das Palafitas homenageia Moraes Moreira, e será divido em duas etapas: regional – trazendo artistas locais de Santos – e nacional – com grandes nomes da música popular. A primeira fase já começa no dia 4 de setembro, às 20h, com a live do músico Danilo Nunes, que apresenta um set list totalmente composto por músicas de Moraes. Já no sábado (5) quem se apresenta é o DJ Cuco. O Festival ocorrerá sempre às sextas e sábados, até o dia 28 de setembro, começando sempre às 20h. 

Já na fase de apresentações nacionais, que acontecem entre 10 de outubro e 28 de novembro, quem abre a temporada de shows é a cantora Sandra de Sá (10 de outubro), seguida por José Gil e Maria (17 de outubro), Charlie Brown Jr. (24 de outubro), Moreno Veloso (31 de outubro), Hamilton de Holanda (7 de novembro), Gilmelandia e Luciano Calazans (14 de novembro), Davi Moraes (21 de novembro) e Armandinho Macedo (28 de novembro). 

 Essa grande maratona que é a versão online do Festival O Som das Palafitas será transmitida pela página do Facebook do Instituto Arte no Dique e pelo canal deles no Youtube.

Coala VRTL

12/09 – a partir das 14h – Youtube e TNT

O Festival Coala tradicionalmente acontece no MoMa – Memorial de Música Latina, em São Paulo, reunindo músicos de todo canto do Brasil. Já passaram por lá importantes nomes da música baiana, como Tom Zé, Josyara, Luedji Luna, Baco, Orkestra Rumpilezz, além das bandas Afrocidade e Baiana System.

Este ano o Coala chega na sua 7ª edição e, dessa vez, numa locação ainda secreta em meio a natureza sem a presença do público. A versão pandêmica do Festival recebeu o nome de “Coala.VRTL” não apenas pela característica da transmissão ao vivo, mas também pelo investimento em recursos de realidade aumentada para divulgação nas plataformas digitais. No Instagram é possível descobrir o line-up a partir de um filtro que simula o palco na superfície que a câmera do seu celular alcança. O Coala.VRTL faz mais promessas inovadoras para entreter o público durante as 8 horas de evento no YouTube e no canal de TV fechada TNT.

A versão virtual do Coala será gratuita, mas conta com uma campanha de arrecadação – Ingresso.VRTL – onde o público pode pagar quanto quiser. O Festival tem início às 14h do dia 12 de Setembro com shows de Gilberto Gil e Os Gilsons, Novos Baianos, Nego Bala, MC Tha com participação de Rico Dalasam, além de Mariana Aydar e Mestrinho.

Festival Faro

14 a 18/09 – 20h às 21h – Facebook e Youtube

Outro Festival que também realiza sua 7ª edição este ano é o Faro. Criado a partir do programa de rádio Faro MPB (da Mood FM), o Festival vem, desde 2014, abrindo espaço para a cena musical independente do Rio de Janeiro. Além de contar com um line up de artistas convidados, o Festival Faro também abriu uma chamada pública para revelar artistas da nova MPB. Serão 8 artistas cariocas independentes, escolhidos por voto popular para compor a programação. 

Para realizar a edição virtual, o Faro contou com apoio da Oi Futuro que cedeu o espaço onde serão feitas as apresentações presenciais, mas sem público. A transmissão ao vivo acontecerá na página do Festival no Facebook e no canal Papo de Música no Youtube.

A programação do Faro vai acontecer entre os dias 14 e 18 de setembro, com duas apresentações por dia (às 20h e 21h). Nesse formato, cada artista fará sua apresentação individual e um dueto. O line-up do Faro vai contar com: Pietá e Marina Íris (14/09), Luciane Dom e Caio Prado (15/09), Victor Mus e Caru (16/09), Anderson Primo e Julia Mestre (17/09) e Troá e Marina Volker (18/09).

Festival Mucho! 

18 e 19/09 – 19h – Youtube e site da Cultura en Casa (ARG)

O Festival Mucho! nasceu em 2017 com o propósito de unir a música latino-americana, abraçando sua diversidade e desmistificando o estereótipo latino. Nomes como Emicida, Ava Rocha, Felipe Cordeiro e a banda Francisco el Hombre já passaram pelos palcos do Festival Mucho nas últimas edições, que ocorreram em São Paulo. 

Este ano, o Festival acontece de forma online e gratuita, através do YouTube e da plataforma de streaming Cultura en Casa do Ministerio da Cultura da Cidade de Buenos Aires. Além da visibilidade internacional, esta edição ainda reserva o dia 18/09 para realização de uma Jornada Formativa com representantes centrais da cultura latina. 

Já no dia 19/09, as bandas Francisco el Hombre (BRA/MEX), Señor Flavio (dos Fabulosos Cadillacs – ARG), Santa Mala (BOL), Villagrán Bolanhos (PAR), e as cantoras Daymé Arocena (CUB), Ellen Oleria (BRA), e Pascuala Ilabaca y Fauna se apresentam em transmissões ao vivo, a partir das 19h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Log in