Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

Com linda cerimônia, Prêmio Caymmi divulga vencedores; veja lista

A noite prometia emoções com a divulgação dos vencedores do Prêmio Caymmi de Música – 2ª edição. Com 110 indicados entre artistas, produtores e trabalhos em 22 categorias, a premiação acabou cumprindo o prometido e distribuindo os troféus entre vários nomes. Com poucos ganhadores com mais de um prêmio, entre eles Pirombeira, Santini & Trio, Ubiratan Marques e Circo de Marvin, a noite promoveu um bom retrato da atual produção musical baiana.

Um dos grandes trunfos da noite, no entanto, foi a apresentação do Bandão, uma reunião de boa parte dos artistas indicados, juntos em cima do palco e se revezando numa bela homenagem a Tropicália. As participações especiais de Saulo e Ailce Caymmi nem fizeram tanta diferença, já que nomes Aiace Félix, Luedji Luna, Renata Bastos, Achiles e Filipe Lorenzo se destacaram muito mais. Ao lado dos músicos de várias bandas baianas, eles apresentaram roupagens em arranjos bastante criativos de músicas de Gilberto Gil, Caetano Veloso, Tom Zé, entre outros.

O grande destaque da premiação ficou com o grupo Pirombeira, que levou dois dos principais prêmios da noite: Show e Música com Letra. Os integrantes da banda receberam com bastante entusiasmo as premiações e renderam os momentos mais emocionantes da noite vibrando intensamente no palco. Não deixaram de mandar o recado em favor da música independente, contra a monocultura da música do Carnaval, além do certeiro grito de Fora Temer.

Outro dos premiados da noite foi o grupo de jazz de Feira de Santana Santini & Trio, que ganhou como melhor banda e teve seu baterista, Flaviano Gallo, escolhido como melhor instrumentista. O produtor Ubiratan (Bira) Marques, que era um dos responsáveis pelos arranjos da apresentação, também levou dois prêmioz: Melhor Direção Musical, pelo show de Nara Couto, e Melhor Arranjo, pela música “Branco”, da Orquestra Afrosinfônica. E finalmente o outro que levou dois prêmios foi a banda Circo de Marvin, premiado pelo clipe de “Modo Hard” como Melhor Direção (Glauco Neves e Bruno Souri) e Melhor Produção (Adriano Ribeiro).

Outros destaques foram os prêmios de Melhor Clipe para “Bonecas Pretas”, de Larissa Luz, Música Instrumental para “Amálgama”, de Luã Almeida, intérprete masculino em show para Achiles e intérprete feminino em show para Lívia Nery. A lista completa se encontra abaixo.

pirombeira - premio caymmiVeja a lista dos ganhadores em negrito:

SHOW

– Melhor Show –
Duo BAVI
Filipe Lorenzo
Pirombeira
Sertanília
Skanibais

– Intérprete masculino –
Achiles
Silvio de Carvalho (Tabuleiro Musiquim)
Kalu (Kalu / Forró da Gota)
Teago Oliveira (Maglore)
Filipe Lorenzo

– Intérprete feminino –
Aiace
Flávia Wenceslau
Livia Nery
Luedji Luna
Renata Bastos

– Instrumentista –
Alan Vilas Boas – bateria (Gazumba, Suinga, Tabuleiro Musiquim e Tutano)
Aline Falcão – teclado e sanfona (Danilo Fonseca e Pirombeira)
Flaviano Gallo – bateria (Santini & Trio)
Jr Maceió – sax (Jr Maceió)
Livia Nery – live eletronics (Lívia Nery)

– Direção Artística –
Alexandre Lins (Skanibais)
Jackson Costa (Celo Costa)
Larissa Luz (Larissa Luz)
Marivaldo dos Santos e Fernanda Mello (Quabales)
Talis Castro e Daniel Farias (Filipe Lorenzo)

– Direção Musical –
Bira Marques (Nara Couto)
Anderson Cunha (Sertanília)
Grupo Pirombeira (Pirombeira)
Átila Santana, Fabrício Mota e Jorge Dubman (IFÁ)
Paulo Mutti (Filipe Lorenzo)

– Destaque Técnico –
Caji – Sonorização (Thiago Trad)
Fred Alvin – Iluminação (Caian, Caru, Coletivo Aldeia Cênico, Danilo Fonseca, Filipe Lorenzo, Pietro Leal e Três Um Só)
João Pucci – VJ (Laia Gaiatta)
Maurício Pedrosa – Cenografia (Aldeia Coletivo Cênico)
Zuarte Jr – Cenografia (Celo Costa)

– Produção –
Humberto Vale “Curujito” (Skanibais)
Diana Pinto, Mariana Damásio, Marina Fonseca e Marry Rodrigues (Aldeia Coletivo Cênico)
Multi Planejamento (Pirombeira)
Vinícius Calmon (Caian)
Edmilia Barros (Filipe Lorenzo)

– Revelação –
Africania
Caian
Duo BAVI
Lívia Nery
Luedji Luna

– Banda –
Santini & Trio
Tabuleiro Musiquim
IFÁ
Pirombeira
Skanibais

– MELHOR MÚSICA (COM LETRA) –
“Branco” (Ubiratan Marques) Orquestra Afrosinfônica
“Forte, Valente Coração” (Luã Almeida Pereira, Diego Cardoso Azevedo, Jackson
Almeida Pereira e Vinícius Cerqueira Mendes) Baiano Mundo
“Instante Pra Se Lembrar” (Ian Cardoso) Pirombeira
“Ode à Ilusão” (Carlos Henrique Araujo Silva) Carlos Henrique Araújo Silva
“Vulcanidades” (Lívia Nery) Lívia Nery

– MELHOR MÚSICA INSTRUMENTAL –
“Amálgama” (Luã de Almeida Pereira) Luã Almeida
“Bons Ventos” (Jana Vasconcellos) Jana Vasconcellos
“Cadê o Bongô?” (Gabriel Arruti) Pirombeira
“Giro do Sol” (Raoní Maciel) Raoní Maciel
“Trezena” (Alex Mesquita) Alex Mesquita

– Intérprete vocal masculino –
Achiles “Mar de Refrigerante”
Artur Carneiro (Kromosons Brazil) “Maya”
Diego Oliveira (Benjamin Existe) “Spark”
Giovani Cidreira “Um Capoeira”
Kalu “No Afeto”

– Intérprete vocal feminino –
Flavia Wenceslau “Por Uma Folha”
Karol Guaitolini “Hoje”
Larissa Luz “Meu Sexo”
Lívia Nery “Vulcanidades”
Suzana Bello “Força da Geração”

– Intérprete instrumental –
Ivan Sacerdote – Clarineta “Guararapes” (Daniel Neto)
Jana Vasconcellos – Violão “Bons Ventos” (Jana Vasconcelos)
Luis Fernando “Louis” Melo – Bateria “Incerto Adeus” (Drearylands)
Páris Menescal – Guitarra solo “Incerto Adeus” (Drearylands)
Raoní Maciel – Violão “Cadê João?” e “Giro do Sol” (Raoní Maciel)

– Arranjo –
Ubiratan Marques “Branco” (Orquestra Afrosinfônica)
Raoní Maciel “Cadê João?” (Raoní Maciel)
Aiace e Paulo Mutti “De Qualquer Maneira” (Aiace)
Grupo Pirombeira “Instante Pra se Lembrar” (Grupo Pirombeira)
André Magalhães “Maya” (Kromosons Brazil)

– Produção Musical –
André Luis Magalhães Costa Pinto “Maya” (Kromosons Brazil)
Luã Almeida “Forte, Valente Coração” (Banda Baiano Mundo)
Larissa Luz, Pedro Tie, Jr Tostoi e Pedro Itan “Meu Sexo” (Larissa Luz)
Vicente Fonseca “Amor de Pavarotti” (Gepetto)
Rafa Dias e Lívia Nery “Vulcanidades” (Lívia Nery)

– MELHOR VIDEOCLIPE –
“Bonecas Pretas” – Larissa Luz
“Canto Africano” – Raquel Monteiro
“Kamikase” – Dario Nunes Moreira
“Modo Hard” – Circo de Marvin
“Um Corpo no Mundo” – Luedji Luna

– Direção –
Egon Costa “Antes do Fim” (Semivelhos)
Glauco Neves e Bruno Souri “Modo Hard” (Circo de Marvin)
Glauco Neves e Rodrigo Hohlenwerger “Bonecas Pretas (Larissa Luz)
Joyce Prado “Um corpo no mundo” (Luedji Luna)
Luan Andrade “Kamikase” (Dario Nunes Moreira)

– Fotografia –
Carlos Faria “Ela Diz” (Gepetto)
Egon Costa “Antes do Fim” (Semivelhos)
Elísio Lopes Jr “Linda e Preta” (Nara Couto)
Luan Andrade “Kamikase” (Dario Nunes Moreira)
Pablo Moreno Pires “Canto Africano” (Raquel Monteiro)

– Produção –
Adriano Ribeiro “Modo Hard” (Circo de Marvin)
Bori Filmes/ Igo Pereira “Prisma” (Vivendo do Ócio)
Iago Sarmento/ Alexandre Pires “Kamikase” (Dário Nunes Moreira)
Nzinga Produções “Bonecas Pretas” (Larissa Luz)
Semivelhos “Antes do Fim” (Semivelhos)

– Roteiro –
Bruno Souri “Modo Hard” (Circo de Marvin)
Luan Ragedo “Kamikase” (Dario Nunes Moreira)
Fabrício Barreto e Fábio Shiva “Abdução de Endubsar” (Mensageiros do Vento)
Márcio Gurgel “Grande Gandhy” (Dó Ré Mi Lá)
Max Gaggino “O Racismo Mata” (Os Agentes)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in