Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia - :: el Cabong ::

Com Boogarins, Letrux, ÀttooxxÁ e Scalene, Feira Noise divulga programação

Os festivais baianos capricharam em suas programações em 2018. Agora foi a vez do Feira Noise, em Feira de Santana, divulgar a grade com as atrações da edição deste ano, que acontece de 23 a 25 de novembro, no Centro de Cultura Amélio Amorim. Entre os nomes estão destaques da música brasileira contemporânea, como Boogarins, Letrux, ÀttooxxÁ e Scalene. A programação inclui ainda vários nomes do cenário baiano, com ênfase no interior do estado.

Veja também:
Festival Radioca divulga programação completa com boas novidades.
Festival Suíça Bahiana divulga programação.

Consolidado como um dos principais eventos de música do interior do estado, o Feira Noise chega a sua oitava edição mais uma vez voltando os olhos para o quase invisível cenário do interior do estado. Das 33 atrações programadas para os três dias de festival, 16 são de Feira ou de outras cidades baianas e apenas duas, ÀttooxxÁ e Zuhri, são da capital. As 15 restantes vêm de outros estados do país.

Da cena local, se destacam nomes como Iorigun, Roça Sound e Clube de Patifes, que vêm de ótimas apresentações no evento em 2017. A diversidade e renovação da cena feirense, com nomes de rap, metal, blues, indie rock, new folk, dancehall, aparece ainda em nomes como Sons de Mercúrio, Stephen Ulrich Band, Lerry, Sofie Jell, Erasy, Tito Pereira, A Vez das Minas, Navelha e Casapronta.

Quem também aparece com força é o rap vindo de outras cidades do interior. São dois nomes de Alagoinhas, Hiran, que deu um salto na carreira, com músicas, clipes e shows chamando atenção já além das fronteiras baianas, e o grupo de rap gangsta Sangue Real. O rap também é representado pelos juazeirenses do grupo P1 Rappers. Completa a seleção do interior a banda Dona Iracema, rock escrachado de Vitória da Conquista.

Entre os convidados de fora do estado estão algumas das atrações principais do evento como Letrux (RJ), Boogarins (GO) e Scalene (DF). Todos eles pela primeira vez em Feira de Santana. Outros nomes inéditos na cidade são da rapper paulista Drik Barbosa, a banda curitibana de folk Tuyo e o metal alternativo catarinense da Ponto Nulo no Céu. Completam a programação de atrações não baianas as bandas Zimbra (SP), Lammia (RJ), Marsa (PE), Nervosa (SP), Lupa (DF), além de Duo Finlândia (Brasil/ Argentina), Drenna (RJ) e Seu Pereira & Coletivo 401 (PB).

Essas três últimas, ao lado da Dona Iracema (BA), Stephen Ulrich Band (BA), P1 Rappers (BA), foram selecionadas através de um edital aberto pelo festival. No total foram mais de 360 bandas e artistas inscritos.

Dois palcos – Quem esteve no festival nos últimos anos sabe que um dos maiores desafios do Feira Noise é sua extensa programação de shows. Uma maratona de pelo menos 10 shows consecutivos, que sofria atrasos com a arrumação do palco para atração seguinte e provocava um alongamento do tempo diário do festival. Este ano, parece que a produção encontrou uma solução e uma das principais novidades é que o Centro de Cultura Amélio Amorim ganhará um segundo local para os shows. Agora, as atrações serão divididas em dois palcos, o que deve diminuir consideravelmente a maratona. Um grande acerto.

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL FEIRA NOISE

Sexta-feira – 23 de novembro

Tito Pereira
Sofie Jell
Duo Finlandia
Drik Barbosa (SP)
A Vez das Minas
ÀttooxxÁ
Lupa
Letrux (RJ)

Sábado – 24 de novembro

Sangue Real
Navelha
Casapronta
Stephen Ulrich Band
Marsa
Tuyo (PR)
Seu Pereira & Coletivo 401 (PB)
Erasy
Ponto Nulo No Céu
Drenna
Nervosa
Lammia (RJ)
Scalene (DF)

Domingo – 25 de novembro

Lerry
P1 Rappers
Hiran
Dona Iracema
Roça Sound
Sons de Mercúrio
Clube de Patifes
Zuhri
Zimbra (SP)
Iorigun
Boogarins (GO)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 Comments

  1. Pingback: Feira Noise Festival: Confira a programação completa – Jornal do Sudoeste – Apenas a verdade

  2. Pingback: Feira Noise Festival: Confira a programação completa - Evento acontece em novembro, em Feira de Santana (BA) - Agenda Cultural

  3. Pingback: Rock e resistência marcam programação do Festival Bigbands » Para quem gosta de música sem preconceitos, numa visão a partir da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log in